Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15803
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação imunológica nas pregas vestibulares de pacientes autopsiados com a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
Título(s) alternativo(s): Immunological evaluation of vestibular folds in autopsies of patients with the Acquired Immunodeficiency Syndrome
Autor: Olegário, Janaínna Grazielle Pacheco
Silva, Renata Calciolari Rossi e
Salge, Ana Karina Marques
Corrêa, Rosana Rosa Miranda
Teixeira, Vicente de Paula Antunes
Castro, Eumenia Costa da Cunha
Resumo: Em pacientes com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida há uma diminuição das células envolvidas na resposta imune, o que influencia na população celular dos folículos linfóides encontrados nas pregas vestibulares, favorecendo o aparecimento de infecções nas vias aéreas destes pacientes. Estas infecções são a principal causa de mortalidade e morbidade nestes pacientes. Objetivo: Caracterizar a população de células nos folículos linfóides localizados nas pregas vestibulares de adultos autopsiados com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, com e sem infecções respiratórias associadas. Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo transversal em 64 laringes de adultos coletadas na rotina das autopsias. Para a imunohistoquímica foram utilizados os anticorpos: Anti-B cells, Anti-CD3, Anti-CD68 e Anti-follicular dendritic cells. Resultados: 46 (71,87%) dos pacientes estudados tinham diagnóstico de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Nestes pacientes, a celularidade dos folículos linfóides foi estatisticamente menor em relação ao grupo controle em todos os fenótipos estudados. Nos pacientes imunodeprimidos com infecção respiratória associada, o número de células estava diminuído, sendo significante no caso dos linfócitos T (p=0,024). Conclusão: Em nosso estudo demonstramos que os folículos linfóides das pregas vestibulares são afetados pela infecção viral e representam com fidedignidade o estado imunológico de imunodepressão destes pacientes.
Abstract: Immune response cells are decreased in patients with the Acquired Immunodeficiency Syndrome. This alters the cell population in vestibular fold lymphoid follicles, leading to respiratory infections in these patients. Such infections are the main cause of mortality and morbidity in these patients. Aim: to characterize lymphoid follicle cell populations in the vestibular folds of adults with the Acquired Immunodeficiency Syndrome and associated or not respiratory infection. Materials and methods: A retrospective study was made of 64 adult larynges harvested during routine autopsies. Anti-B cell, Anti-CD3, Anti-CD68 and Anti-follicular dendritic cell antibodies were used for immunological testing. Results: 46 (71.87%) of the sample patients had the Acquired Immunodeficiency Syndrome. In these patients, lymphoid follicle cellularity was lower compared to the control group. The cell number was decreased in patients with the Acquired Immunodefficiency Syndrome and associated respiratory tract infection. Conclusion: We demonstrated in this study that vestibular fold lymphoid follicles were affected by viral infections, and may be considered as a reliable marker of immunodepression in these patients.
Palavras-chave: Autópsia
Pregas vestibulares
Sida
Autopsy
Vestibular folds
Aids
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: OLEGÁRIO, Janaína Grazielle Pacheco et al. Avaliação imunológica nas pregas vestibulares de pacientes autopsiados com a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, São Paulo, v. 74, n. 3, p. 363-368, maio/jun. 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0034-72992008000300009
Identificador do documento: 10.1590/S0034-72992008000300009
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15803
Data de publicação: Jun-2008
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Janaínna Grazielle Pacheco Olegário - 2008.pdf2,78 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons