Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15805
Tipo do documento: Artigo
Título: Prevalence of medication-related incidents in an intensive care unit
Título(s) alternativo(s): Prevalência de incidentes relacionados à medicação em unidade de terapia intensiva
Autor: Azevedo Filho, Francino Machado de
Pinho, Diana Lúcia Moura
Bezerra, Ana Lúcia Queiroz
Amaral, Robson Tostes
Silva, Mônica Eulália da
Resumo: Objetivo: Estimar a prevalência de incidentes relacionados à medicação em uma Unidade de Terapia Intensiva. Métodos: Estudo transversal que incluiu 116 registros de internações hospitalares no período de 12 meses. O instrumento de pesquisa foi elaborado com base nas variáveis de estudo e validado por dois experts. A prevalência foi calculada considerando o número de internações expostas como numerador e o total de internações investigadas como denominador, calculando intervalo de confiança de 95%. Para a verificação de associação significativa entre as variáveis, utilizou-se o Teste Exato de Fisher, assumindo nível de significância máximo de 5% (p<0,05). Resultados: Verificou-se que 113 internações foram expostas a pelo menos um tipo de incidente, totalizando 2.869 ocorrências, sendo 1.437 circunstâncias notificáveis, 1.418 incidentes sem dano, nove potenciais eventos adversos e cinco eventos adversos. Os incidentes aconteceram durante a fase da prescrição (45,4%) e a ausência de conduta dos profissionais de saúde frente aos incidentes foi identificada em 99% dos registros. Conclusão: Estimou-se prevalência de 97,4% incidentes relacionados à medicação.
Abstract: Objective: To estimate the prevalence of medication-related incidents in an intensive care unit. Methods: Cross-sectional study that included 116 records of hospitalizations within a 12-month period. The survey instrument was developed based on the study variables and was validated by two experts. The prevalence was calculated by considering the number of exposed hospitalizations as the numerator and the total of investigated hospitalizations as the denominator, calculating a 95% confidence interval. Fisher’s exact test assuming maximum significance level of 5% (p<0.05) was used to verify significant association. Results: It was observed that 113 hospitalizations had been exposed to at least one type of incident, totaling 2,869 occurrences: 1,437 reportable circumstances, 1,418 no-harm incidents, 9 near-miss incidents and 5 adverse events. The incidents occurred during the prescription stage (45.4%) and the absence of information on the actions taken by the health professionals in relation to the incidents was identified in 99% of the records. Conclusion: Prevalence of 97.4% of medication-related incidents was estimated.
Palavras-chave: Medication errors
Patient safety
Nursing service hospital
Nursing assessment
Intensive care units
Erros de medicação
Segurança do paciente
Serviço hospitalar de enfermagem
Avaliação em enfermagem
Unidades de terapia intensiva
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: AZEVEDO FILHO, Francisco Machado et al. Prevalência de incidentes relacionados à medicação em unidade de terapia intensiva. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 28, n. 4, p. 331-336, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/1982- 0194201500056
e- 1982-0194
Identificador do documento: 10.1590/1982- 0194201500056
e- 1982-0194
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15805
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Francino Machado de Azevedo Filho - 2015.pdf124,91 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons