Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1583
Tipo do documento: Other
Título: Programa de financiamento às exportações (Proex) - análise de duas experiências.
Autor: Rodrigues, Priscilla
Resumo: O comércio exterior é uma ferramenta de crescimento econômico, que traz muitos benefícios para o país como, por exemplo, acesso a novas tecnologias, novos clientes, maior beneficiamento na produção, maior circulação de capital no país, entre outros. E de acordo com dados da Organização Mundial do Comércio (WTO, 2013) a participação do Brasil nas exportações mundiais de produtos, no ano de 2011, foi de 1,40%, sendo a maior parte de produtos básicos, ou seja, commodities. Por isso, o governo elabora programas que incentivem a exportação. Sendo assim, este trabalho tem o objetivo de pesquisar e descrever sobre um desses programas de incentivo, o Programa de Financiamento às Exportações (Proex), que tem a finalidade de incentivar as exportações de empresas de diferentes ramos que exportem produtos beneficiados durante sua produção. Como metodologia, optou-se por uma pesquisa descritiva e o estudo de duas empresas da região metropolitana de Goiânia, utilizando-se um roteiro estruturado de perguntas como método de coleta de dados. As entrevistas foram realizadas com pessoas de alto cargo da área de comércio exterior das duas empresas, sendo elas: a Bioline Fios Cirúrgicos e a Milhão Alimentos. Também foi feita uma entrevista com o gerente do Banco do Brasil, que trabalha na Diretoria de Negócios Internacionais (DININ) e na Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior (Gecex) com o intuito de aprofundar o conhecimento sobre a burocracia para adesão ao Programa; tal entrevista aconteceu por telefone. Isso porque o Banco do Brasil atua com exclusividade como o agente financeiro da União responsável pela sua gestão, contratação e liberação dos recursos do Proex, atendendo aos beneficiários, processando as operações e divulgando o programa. Para o presente trabalho foi usado como principal estudo sobre o Proex, o Manual do Proex e a Portaria N°208, de 20 de Outubro de 2010, que apresenta a legislação sobre o Proex, e toda a lista de produtos elegíveis para o financiamento. Quanto aos resultados obtidos, este estudo identificou vantagens, desvantagens e obstáculos burocráticos para que as empresas possam exportar via Proex. Como exemplo de vantagem do Programa para a empresa exportadora pode ser citado o pagamento antecipado que o governo oferece por meio do Banco do Brasil, e como obstáculo pode ser considerado a dificuldade em encontrar bancos no exterior que sejam parceiros e aceitos pelo Banco do Brasil, para que façam a carta de crédito. Durante a pesquisa foi visto que o Proex possui como público-alvo as pequenas e médias empresas, e além disso devem ser empresas que agreguem algum valor ao seu produto. O Proex pode ser considerado um parceiro dessas empresas, em que os dois lados são beneficiados: as pequenas e médias empresas por terem o apoio do governo e receberem o pagamento antecipadamente, e por outro lado, o governo se beneficia aumentando a exportação de produtos que sejam do seu interesse, a fim de melhorar a posição do Brasil no mercado internacional.
Palavras-chave: Comércio exterior
Proex
Mercado internacional
Política pública de exportação
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1583
Data de publicação: 6-Dez-2013
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Priscilla Rodrigues.docx918,44 kBMicrosoft Word XMLBaixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.