Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15897
Tipo do documento: Artigo
Título: Ajustes cardiovasculares induzidos pela desidratação crônica nas fases iniciais do período pós-natal em ratos acordados
Título(s) alternativo(s): Cardiovascular adjustments induced by chronic dehydration in the early stages of post- natal in awake rats
Autor: Lopes, Paulo Ricardo
Cezário, Nathallie de Freitas
Santos, Eduardo Henrique Rosa
Pedrino, Gustavo Rodrigues
Ferreira-Neto, Marcos Luiz
Resumo: Alterações da osmolaridade do compartimento extracelular podem alterar o volume, o metabolismo e a função celular. Em virtude disso, varias complicações podem ser observadas, dentre elas a hipertensão arterial. Assim, a regulação precisa do volume e da osmolaridade do compartimento extracelular é fundamental para a manutenção das funções normais do organismo e da sobrevivência. O objetivo desse estudo foi avaliar os parâmetros hemodinâmicos através de desidratação induzida por furosemide em ratos jovens não anestesiados. Foram utilizados, ratos Wistar com cinco dias de idade, divididos em dois grupos experimentais, um controle (n=10) e um submetido ao tratamento com Furosemide (10mg/kg de massa corpórea, n=12), administrado três vezes por semana, durante dois meses. Após o tratamento, os animais foram anestesiados para cateterização com cânulas inseridas na artéria e veia femorais, através de um corte inguinal de um dos lados. As cânulas foram transpassadas subcutaneamente através do dorso do animal e foram exteriorizadas. Os experimentos foram realizados após uma recuperação de 48h do procedimento cirúrgico, utilizando um amplificador e um software. Os resultados obtidos demonstraram que não houve diferenças nos testes induzidos de ingestão de água durante os 120 minutos analisados, quando comparados o grupo controle e o grupo furosemide, respectivamente. Na análise da pressão arterial méia e frequência cardíaca, não foi observada modificação dos níveis basais. Esse padrão de resposta também foi obtido quando analisado a PAS e PAD. Com esses resultados, concluímos que a depleção do compartimento extracelular induzido pela administração de furosemide em ratos jovens não é fator determinante para alteração dos parâmetros hemodinâmicos na fase adulta
Abstract: Changes in osmolarity of the extracellular compartment may change the volume, metabolism and cellular function. As a result, many complications can be observed, among them hypertension. Thus, precise regulation of the volume and osmolality of the extracellular compartment is critical to maintaining normal body functions and survival. Previous results demonstrated that despite anesthetized rats submitted to chronic diuretic treatment showed no change in sensitivity to sodium and water, an increased arterial pressure was observed. The present study aims to assess hemodynamic parameters through furosemide-induced dehydration in anaesthetized young rats. Five days old Wistar rats divided into two groups, a control (n = 10) and a group subjected to subcutaneous treatment with the diuretic Furosemide (10mg/ kg of body weight, n = 12) were used. After treatment, the animals were anesthetized for the implantation of the polyethylene tubes, which were inserted into the artery (for records cardiovascular variables) and femoral vein through a cut inguinal one side (left / right). The cannulas were transfixed subcutaneously through the back of the animal and were exteriorized. Data were recorded after a 48h recovery of the surgical procedure, using an amplifier and software. No differences in induced intake test of water within 120 minutes were observed. With respect to mean arterial pressure and heart rate, no modification on baseline levels were observed (PAM: 99.4 ± 1.9 mmHg, control vs 102.7 ± 1 mmHg, furosemide; FC: 362.5 ± 5.2 bpm, control vs 364.9 ± 7 bpm, furosemide). This response pattern was also obtained for SBP (124.3 ± 6 mmHg, control vs 130 ± 1.6 mmHg, furosemide) and DBP (82.2 ± 1.9 mmHg, control vs 82.1 ± 1 mmHg, furosemide). We concluded that depletion of the extracellular compartment induced by furosemide administration in young rats is not a determining factor to change the hemodynamic parameters in adulthood.
Palavras-chave: Desequilíbrio hidroeletrolítico
Pressão aterial
Concentração osmolar
Desidratação
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: LOPES, Paulo Ricardo et al. Ajustes cardiovasculares induzidos pela desidratação crônica nas fases iniciais do período pós-natal em ratos acordados. UNOPAR Científica. Ciências Biológicas e da Saúde, Londrina, v. 17, n. 3, p. 148-153, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.17921/2447-8938.2015v17n3p%25p
Identificador do documento: 10.17921/2447-8938.2015v17n3p%25p
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15897
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Paulo Ricardo Lopes - 2015.pdf808 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons