Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/159
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Avaliação da atividade larvicida de plantas fitoterápicas do cerrado do gênero Stryphnodendron spp. sobre miracídios e cercárias de Schistosoma mansoni
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the larvicidal activity of phytoterapic Brazilian Savannah plants of the genus Stryphnodendron spp. on Schistosoma mansoni miracidia and cercariae
Autor: Vinaud, Marina Clare
Santos, Suzana C.
Ferri, Pedro H.
Lino Júnior, Ruy de Souza
Bezerra, José Clecildo Barreto
Abstract: A esquistossomíase é uma doença endêmica causada por parasitos do gênero Schistosoma, sendo somente Schistosoma mansoni observado no Brasil. No presente trabalho, o potencial das plantas do Cerrado brasileiro, Stryphnodendron polyphyllum e Stryphnodendron adstringens, foi testado como fonte alternativa de produtos naturais utilizados contra miracídios e cercárias, as formas infectantes de S. mansoni. A partir dos extratos brutos EAA (extração acetona: água) das cascas dos caules prepararam-se soluções-mãe de 400 ppm, que foram diluídas até se obterem as concentrações de 100 e 200 ppm para os bioensaios com miracídios, e de 20, 50, 100 e 200 ppm para os bioensaios com cercárias. Nos testes com miracídios, estas plantas demonstraram atividade somente 5 horas e 30 minutos após o contato inicial com os extratos, enquanto o grupo-controle sobreviveu por oito horas nas mesmas condições. A mortalidade das cercárias ocorreu apenas uma hora após o início dos experimentos em todas as concentrações testadas para as duas espécies vegetais. O grupo-controle sobreviveu, em água, por 36 horas após o início dos experimentos. Estes dados confirmam a presença, no Cerrado brasileiro, de plantas com potencial bioativo no combate às cercárias, forma infectante de S. mansoni para mamíferos. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ Schistosomiasis is a worldwide endemic disease caused by parasites from the Schistosoma genus. In Brazil, only the species S. mansoni occurs. In the current work the potential of the Brazilian Savannah plants Stryphnodendron polyphyllum and S. adstringens was tested as an alternative source of natural products used against the infective larval forms of S. mansoni: miracidium and cercariae. From the crude AWE (acetone:water extraction) extracts of the barks and leaves, stock solutions of 400 ppm concentration were prepared. The latter were diluted until the concentrations of 200 and 100 ppm for the miracidia bioassays, and 200, 100, 50 and 20 ppm concentrations for the cercariae bioassays. In the miracidia assays these extracts showed larvicidal activity only after 5 hours and 30 minutes after exposure. While the control group survived through 8 hours after the beginning of the experiments and under the same conditions. The cercariae mortality was observed in all concentrations of both extracts one hour after exposure. While the control group survived in water for 36 hours after the beginning of the experiments. These data confirm the presence of plants with bioactive potential in the combat of cercariae, an infective form of S. mansoni in Brazilian Savannah.
Citação: VINAUD, Marina Clare; SANTOS, Suzana C.; FERRI,Pedro H; LINO JÚNIOR, Ruy de Souza; BEZERRA, José Clecildo Barreto. Avaliação da atividade larvicida de plantas fitoterápicas do cerrado do gênero Stryphnodendron spp. sobre miracídios e cercárias de Schistosoma mansoni. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, GO, v. 34, n. 2, 2005. Disponível em: <ttp://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/1919/1847>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/159
Data de publicação: 30-Out-2005
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AVALIACAO DA ATIVIDADE LARVICIDA DEPLANTAS.pdf210,73 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons