Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15939
Tipo do documento: Artigo
Título: Composição química do óleo essencial e avaliação da atividade antimicrobiana do óleo essencial, extrato etanólico bruto e frações das folhas de Spiranthera odoratissima A. St.-Hil.
Título(s) alternativo(s): Chemical composition of the essential oil and evaluation of the antimicrobial activity of essential oil, crude ethanol extract and fractions of Spiranthera odoratissima A. St.-Hil. leaves
Autor: Chaibub, Beatriz Abdallah
Oliveira, T. B.
Fiuza, Tatiana de Sousa
Bara, Maria Teresa Freitas
Tresvenzol, Leonice Manrique Faustino
Paula, J. R.
Resumo: A Spiranthera odoratissima A. St.-Hil (manacá) é utilizada popularmente como depurativo do sangue, nas afecções renais e hepáticas (chá das folhas) para dores musculares, de estômago, de cabeça, e disfunções hepáticas (chá das raízes). O objetivo desse trabalho foi avaliar a composição química do óleo essencial e a atividade antimicrobiana do óleo essencial, do extrato etanólico bruto e frações obtidos das folhas de S. odoratissima contra bactérias Gram positivas e negativas, e Candida albicans. O extrato bruto das folhas foi obtido por maceração seguido de concentração em rotaevaporador e as frações por partição em coluna filtrante. O pó das folhas foi submetido à hidrodestilação em aparelho de Clevenger e o óleo essencial obtido foi analisado por CG/EM. A atividade antimicrobiana foi avaliada pelo método da diluição em ágar para determinar a concentração inibitória mínima (CIM). Os constituintes majoritários do óleo essencial foram β-cariofileno (20,64%), γ-muuroleno (17,70%), biciclogermacreno (14,73%), e δ-cadineno (13,40%). No estudo da atividade antimicrobiana de S. odoratissima, os principais resultados foram obtidos contra Staphylococus epidermidis (extrato etanólico bruto, CIM de 0,098 mg/mL), C. albicans (fração hexano, CIM de 0,049 mg/mL), Bacillus cereus (diclorometano, CIM de 0,098 mg/mL), Micrococcus roseus (fração acetato de etila, CIM 0,049 mg/mL), e M. roseus, Micrococus luteus, B. cereus e C. albicans (fração metanol, CIM de 0,391 mg/mL).
Abstract: Spiranthera odoratissima (“manacá”) has been popularly used as a blood cleanser, for liver and kidney diseases (tea from the leaves), as well as for muscle and stomach pains, headache and liver disorders (tea from the roots). The aim of this study was to evaluate the chemical composition of the essential oil and the antimicrobial activity of essential oil, crude ethanol extract and fractions of S. odoratissima leaves against Gram-positive and negative bacteria and Candida albicans. The crude extract of the leaves was obtained by maceration and was concentrated in a rotavapor, while the fractions were obtained by partition on column filter. The powdered leaves underwent hydrodistillation in a Clevenger apparatus and the obtained essential oil was analyzed by GC/MS. The antimicrobial activity was evaluated by using the agar dilution method for determining the minimum inhibitory concentration (MIC). The major constituents of the essential oil were β-caryophyllene (20.64%), γ-muurolene (17.70%), bicyclogermacrene (14.73%) and δ-cadinene (13.40%). The main results for S. odoratissima antimicrobial activity were found against Staphylococcus epidermidis (crude ethanol extract, MIC of 0.098 mg/mL), C. albicans (hexane fraction, MIC of 0.049 mg/mL), Bacillus cereus (dichloromethane fraction, MIC of 0.098 mg/mL), Micrococcus roseus (ethyl acetate fraction, MIC of 0.049 mg/mL) and M. roseus, Micrococcus luteus, B. cereus and C. albicans (methanol fraction, MIC of 0.391 mg/mL).
Palavras-chave: Plantas medicinais
β-cariofileno
Manacá
Cerrado
Rutaceae
Medicinal plants
Rutaceae
“Manacá”
Cerrado
β-caryophyllene
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Farmácia - FF (RG)
Citação: CHAIBUB, B. A. et al. Composição química do óleo essencial e avaliação da atividade antimicrobiana do óleo essencial, extrato etanólico bruto e frações das folhas de Spiranthera odoratissima A. St.-Hil. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Campinas, v. 15, n. 2, p. 225-229, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1516-05722013000200009
Identificador do documento: 10.1590/S1516-05722013000200009
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15939
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Beatriz Abdallah Chaibub - 2013.pdf247,88 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons