Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15993
Tipo do documento: Artigo
Título: Hipertensão arterial e sua correlação com alguns fatores de risco em cidade brasileira de pequeno porte
Título(s) alternativo(s): Arterial hypertension and its correlation with some risk factors in a small brazilian town
Autor: Nascente, Flávia Miquetichuc Nogueira
Jardim, Paulo César Brandão Veiga
Peixoto, Maria do Rosário Gondim
Monego, Estelamaris Tronco
Moreira, Humberto Graner
Vitorino, Priscila Valverde de Oliveira
Souza, Weimar Kunz Sebba Barroso de
Scala, Luiz Nazário
Resumo: Fundamento: A hipertensão arterial (HA) é um problema de saúde que atinge um grande número de hipertensos não diagnosticados ou não tratados adequadamente e que possui um alto índice de abandono ao tratamento. Objetivo: Estimar a prevalência da HA e sua correlação com alguns fatores de risco cardiovasculares na população adulta de Firminópolis-GO. Métodos: Estudo descritivo, observacional e transversal com base populacional, amostra aleatória simples (≥ 18 anos): questionários padronizados com medidas de pressão arterial (critério de HA ≥ 140 x 90 mmHg), peso, altura, índice de massa corporal (IMC) e circunferência da cintura (CC). Dados armazenados (Microsoft Acess) e analisados pelo Epi-info. Resultados: Investigados 1.168 indivíduos, com predomínio de mulheres. Sexo feminino - 63,2% com média de idade entre 43,2 ± 14,9 anos. Prevalência de sobrepeso em 33,7% e obesidade em 16,0% dos indivíduos. Prevalência de CC alterada em 51,8% e de tabagismo em 23,2%. Sedentarismo no trabalho e no lazer presente em 67,6% e em 64,8% dos indivíduos, respectivamente, com proporção maior entre as mulheres. Etilismo em 33,3% da amostra. A prevalência de HA foi de 32,7%, em maior número entre os homens (35,8%) do que entre as mulheres (30,9%). Encontrada correlação positiva da HA com IMC, CC e faixa etária. Correlação negativa de HA e escolaridade, com 18,2% de hipertensos com nove anos ou mais de estudo. Conclusão: Encontrada alta prevalência de HA, excesso de peso e CC. O sexo feminino representou fator de proteção para o risco de HA. Encontradas correlação positiva da HA com IMC, CC, e faixa etária e correlação negativa com escolaridade.
Abstract: Background: Arterial hypertension (AH) is a health problem that affects a large number of undiagnosed or inadequately treated hypertensive individuals and presents a high rate of treatment nonadherence. Objective: To estimate the prevalence of AH and its correlation with some cardiovascular risk factors among the adult population of the town of Firminopolis, state of Goiás, Brazil. Methods: Descriptive, observational and cross-sectional population-based study of a simple random sample (age ≥ 18 years): standardized questionnaires with blood pressure (BP) measurements (AH criterion: BP ≥ 140 x 90 mmHg), weight, height, Body Mass Index (BMI) and waist circumference (WC). Data were stored (Microsoft Access) and analyzed using Epi-info software. Results: We evaluated 1,168 individuals, with a predominance of the female sex - 63.2% and a mean age of 43.2 ± 14.9 years. There was a prevalence of overweight in 33.7% of the individuals and obesity in 16.0% of the individuals. There was a prevalence of altered WC in 51.8% demand of smoking in 23.2%. A sedentary life style at work and leisure activities was present in 67.6% and 64.8% of the individuals, respectively, with a higher proportion seen among the women. Alcohol consumption was observed in 33.3% of the sample. The prevalence of AH was 32.7%, higher among the men (35.8%) than among the women (30.9%). A positive correlation with AH was identified with BMI, WC and age range. A negative correlation was observed between AH and level of schooling, with 18.2% of hypertensive individuals with 9 or more years of schooling. Conclusion: A high prevalence of AH, overweight and WC alteration was identified. The female sex represented a protective factor for the risk of AH. A positive correlation was found between AH and BMI, WC and age range; a negative correlation was identified between AH and level of schooling.
Palavras-chave: Hipertensão
Fatores de risco
Adulto
Prevalência
Mulheres
Goiás
Brasil
Hypertension
Rsk factors
Adult
Prevalence women
Brazil
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: NASCENTE, Flávia Miquetichuc Nogueira et al. Hipertensão arterial e sua correlação com alguns fatores de risco em cidade brasileira de pequeno porte. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, Rio de Janeiro, v. 95, n. 4, p. 502-509, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0066-782X2010005000113
Identificador do documento: 10.1590/S0066-782X2010005000113
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15993
Data de publicação: 2010
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Flávia Miquetichuc Nogueira Nascente - 2010.pdf272,49 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons