Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16009
Tipo do documento: Artigo
Título: Gênero Pimenta: aspectos botânicos, composição química e potencial farmacológico
Título(s) alternativo(s): Pimenta genus: botanical aspects, chemical composition and pharmacological potential
Autor: Paula, Joelma Abadia Marciano de
Reis, J. B.
Ferreira, L. H. M.
Menezes, Antonio Carlos Severo
Paula, José Realino de
Resumo: A família Myrtaceae possui representantes de grande interesse medicinal e o gênero Pimenta é um dos que merecem destaque. A maioria das espécies desse gênero é nativa da América Central, com exceção da Pimenta pseudocaryophyllus (Gomes) L. R. Landrum, nativa nas regiões centro-oeste e sudeste do Brasil. O presente estudo teve como objetivo revisar aspectos botânicos, químicos e farmacológicos descritos na literatura sobre o gênero Pimenta. Os dados foram obtidos de artigos originais e revisões indexadas nas bases Periódicos Capes, ISI Web of Knowledge, Bireme e SciELO. As espécies desse gênero podem ser arbustivas ou arbóreas, possuem pelos unicelulares, folhas usualmente coriáceas, inflorescência em dicásio ou panícula e são distinguidas, principalmente, pela estrutura do ovário. As propriedades farmacológicas são conferidas, principalmente, pelos óleos essenciais que são constituídos, na maioria, por derivados fenilpropanóides, monoterpenos, aldeídos monoterpênicos e alcoóis monoterpênicos. Dentre as propriedades farmacológicas apresentadas por espécies desse gênero destacam-se as anti-hipertensivas, anti-inflamatórias, analgésicas, antimicrobianas e antioxidantes. Das quinze espécies de Pimenta conhecidas, a Pimenta dioica (L.) Merrill e a Pimenta racemosa (Miller) J. Moore são as espécies de maior importância econômica e, por esse motivo são as mais estudadas do ponto de vista químico e farmacológico.
Abstract: The family Myrtaceae has representatives of great medical interest, and the genus Pimenta deserves attention. Most species of this genus are native to the Central America, except Pimenta pseudocaryophyllus (Gomes) L. R. Landrum, which is native to the Central-West and Southeast Brazilian Regions. This study aimed to review botanical, chemical and pharmacological aspects described in the literature for Pimenta genus. Information was obtained from original papers and reviews indexed in the databases “Periódicos Capes”, ISI Web of Knowledge, “Bireme” and SciELO. This genus can present shrubs or trees, which have unicellular hairs, usually coriaceous leaves and dichasium or panicle inflorescence, and are mainly distinguished by the ovary structure. The pharmacological properties are mostly due to essential oils, mainly consisted of phenylpropanoid, monoterpene, monoterpenic aldehyde and alcohol derivatives. Among these properties, antihypertensive, anti-inflammatory, analgesic, antimicrobial and antioxidant ones are highlighted. Of the fifteen known Pimenta species, Pimenta dioica (L.) Merrill and Pimenta racemosa (Miller) J. Moore have the greatest economic importance and consequently have been the most chemically and pharmacologically studied
Palavras-chave: Myrtaceae
Óleos essenciais
Pimenta
Composição química
Atividades farmacológicas
Myrtaceae
Pimenta
Pharmacological activities
Essential oils
Chemical composition
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Farmácia - FF (RG)
Citação: PAULA, J. A. M. et al. Gênero Pimenta: aspectos botânicos, composição química e potencial farmacológico. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 12, n. 3, p. 363-379, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1516-05722010000300015
Identificador do documento: 10.1590/S1516-05722010000300015
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16009
Data de publicação: 2010
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Joelma Abadia Marciano de Paula - 2010.pdf923,53 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons