Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16044
Tipo do documento: Artigo
Título: Caracterização farmacognóstica de folhas de Davilla elliptica St.-Hil. (Dilleniaceae)
Título(s) alternativo(s): Pharmacognostic characterization of the leaves of Davilla elliptica St.-Hil. (Dilleniaceae)
Autor: Tonial, Marília Luz Soares
Rezende, Maria Helena
Ferreira, Heleno Dias
Echalar, Adda Daniela Lima Figueiredo
Bustamante, Keila de Góes Louly
Bara, Maria Teresa Freitas
Paula, José Realino de
Resumo: Davilla elliptica St.-Hil. é empregada popularmente no tratamento de hemorróidas, diarréias e ferimentos. O propósito deste trabalho foi realizar o estudo farmacognóstico de folhas de D. elliptica de dois locais do Estado de Goiás. Cortes paradérmicos e transversais foram submetidos a técnicas usuais de microscopia óptica. As folhas de D. elliptica são hipoestomáticas, sendo os estômatos predominantemente paracíticos. Na epiderme observam-se tricomas unicelulares em ambas faces. O mesofi lo é isobilateral e apresenta idioblastos cristalíferos. O sistema vascular na nervura principal é constituído por três feixes vasculares, formando uma estrutura circular. No pecíolo o sistema vascular apresenta uma estrutura circular formada, provavelmente, pela união de vários feixes vasculares. O material pulverizado foi submetido a testes de prospecção fi toquímica, de pureza e quantitativo. Foi constatada a presença de taninos, cumarinas, resinas, fl avonóides, saponinas, esteróides e triterpenóides. Os teores de cinzas totais foram de 10,32% e 12,26%; os de cinzas insolúveis em ácido, 7,46% e 9,68%; e os de umidade, 9,92% e 9,50%. Os teores de fl avonóides totais foram de 1,20% e 1,48%, e os de taninos 9,89% e 13,96%. Devido ao número reduzido de amostras, não é possível afi rmar, através deste estudo, que o perfi l farmacognóstico de D. elliptica seja infl uenciado por fatores abióticos.
Abstract: Davilla elliptica St.-Hil. is popularly used in the treatment of hemorrhoid, diarrhea and wounds. The aim of this work was to characterize pharmacognosticaly two leaves samples of D. elliptica. Paradermal and transversal sections had been submitted the usual techniques of optical microscopy. The leaves of D. elliptica are hypostomatics, and the stomata predominantly paracytic. In both epidermis were observed unicellular non-glandular trichomes. The mesophyll is isolateral and shows idioblasts with crystals in raphide. The vascular system in the midrib is constituted by three vascular bundles, forming a circular structure. The petiole shows a circular structure probably formed by union of many vascular bundles localized in the central region. The powdered plant material was submitted to tests of phytochemical prospection, of purity and quantitative. There had been evidenced the presence of tannins, coumarins, resins, fl avonoids, saponins and steroids. The content of total ashes was of 10,32% and 12,26%, insoluble in acid of 7,46% and 9,68%; the humidity of 9,92% and 9,50%. The fl avonoids contents was of 1,20% and 1,48%; the tannins contents was of 9,89% and 13,96%. Because of the reduced number of samples, it was not possible to affi rm through this study that the pharmacognostic profi le de D. elliptica is infl uenced by abiotics factors.
Palavras-chave: Davilla elliptica
Dilleniaceae
Lixeirinha
Prospecção fitoquímica
Anatomia foliar
Davilla elliptica
Dilleniaceae
Phytochemical prospection
Lixeirinha
Leaves anatomy
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Farmácia - FF (RG)
Citação: SOARES, M. L. et al.Cacterização farmacognóstica de folhas de Davilla elliptica St.-Hil. (Dilleniaceae). Revista Brasileira de Farmacognosia, Curitiba, v. 15, n.4, p. 352-360, out./dez. 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0102-695X2005000400017
Identificador do documento: 10.1590/S0102-695X2005000400017
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16044
Data de publicação: Dez-2005
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Marília Luz Soares Tonial - 2005.pdf447,5 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons