Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16062
Tipo do documento: Artigo
Título: Qualidade de vida de quem cuida de portadores de demência com corpos de Lewy
Título(s) alternativo(s): Quality of life of caregivers of patients with Lewy body dementia
Autor: Nascimento, Eberson Rodrigues do
Barbosa, Maria Alves
Brasil, Virginia Visconde
Sousa, Ana Luiza Lima
Amaral, Geraldo Francisco do
Jácomo, Paula Jardim
Resumo: Introdução: Cuidar de portadores de demência pode provocar impacto na qualidade de vida dos familiares. Objetivo: Verificar a qualidade de vida de familiares que cuidam de portadores de demência com corpos de Lewy (DCL). Método: Estudo transversal, realizado com 90 familiares de portadores de DCL atendidos em hospital universitário de Goiânia/GO (Brasil), que responderam ao instrumento de avaliação de qualidade de vida WHOQOL-BREF. Resultados: Os entrevistados eram 53,3% homens, na maioria casados e com ensino médio de escolaridade, com idade média de 47,4 ± 13,8 anos e média de tempo como cuidador de 13,9 ± 9,3 meses. O domínio Meio Ambiente obteve maior média (26,92 ± 5,88) e o Psicológico (19,66 ± 4,32) e Relação social (9,84 ± 2,18), as menores. A média dos domínios foi influenciada pelo sexo e pelo tempo que o familiar era cuidador. Conclusão: Atenção especial deve ser dada às alterações na saúde do cuidador, para que ele não se torne um “paciente oculto” e incapaz de lidar com as demandas do portador de DCL. O conhecimento das especificidades e compreensão dos sintomas da patologia auxiliam na adequação dos recursos pessoais para enfrentar as alterações comportamentais, apontadas como o fator mais impactante na vida do cuidador.
Abstract: Introduction: Taking Taking care of people with dementia may have an impact on the quality of life for family members. Objective: To verify the quality of life for family members who take care of people with dementia with Lewy bodies (DLB). Method: A cross-sectional study with 90 relatives of patients with DLB treated in a University hospital in Goiânia/GO (Brazil), who responded to the instrument of evaluation for the quality of life WHOQOL-BREF. Results: From the people who were interviewed, 53.3% were male, most married and high school graduated, average age of 47.4 ± 13.8 years and average time as a care taker 13.9 ± 9.3 months. The Environment Domain got the highest average (26.92 ± 5.88), the Psychological (19,66 ± 4,32) and the Social Relationship (9.84 ± 2.18) the lowest. The average for the domains was influenced by genus and by the time that the family member was a care taker. Conclusion: Special attention should be given to changes in the health of caretakers, so they do not become a “hidden patient”, and unable to deal with the demands of patients with DLB. The knowledge and understanding of the specific symptoms of the pathology helps to accommodate the human resources to face the behavioral changes, identified as the most impacting factor in the lives of caretakers.
Palavras-chave: Qualidade de vida
Doença por corpos de Lewy
Cuidadores
Quality of life
Lewy body disease
Caretakers
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: NASCIMENTO, Eberson Rodrigues do et al. Qualidade de vida de quem cuida de portadores de demência com corpos de Lewy. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 62, n. 2, p. 144-152, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0047-2085201300020000
Identificador do documento: 10.1590/S0047-2085201300020000
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16062
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Eberson Rodrigues do Nascimento - 2013.pdf223,43 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons