Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16204
Tipo do documento: Artigo
Título: Prevalência de talassemias e hemoglobinas variantes em pacientes portadores de lúpus eritematoso sistêmico
Título(s) alternativo(s): Prevalence of thalassemias and variant hemoglobins in patients with systemic lupus erythematosus
Autor: Castro, Frank Sousa
Silva, Nilzio Antonio da
Reis, Paulo Roberto de Melo
Penna, Karlla Greick Batista Dias
Silva, Claudio Braz da
Brandão, Natália A. A.
Cantero, Rosane Maria
Ferreira, Tatiana D. S.
Lee, Chen Chen
Resumo: O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença tipicamente multigênica e multifatorial, com grande complexidade clínica e fisiopatológica. As causas do LES não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que fatores ambientais e genéticos estão envol- vidos. Dentre as várias manifestações clínicas observadas em pacientes com LES, as anemias chamam a atenção principalmente quando se observa nesse estudo uma prevalência de 52,5% dos pacientes com índices hematimétricos sugestivos de anemi- as. Embora a anemia geralmente já seja observada em pacientes com LES, estudos sobre a prevalência de anemias hereditárias, especialmente as hemoglobinopatias na população com LES, não têm sido conduzidos. O objetivo desse trabalho foi o de avaliar a prevalência das hemoglobinopatias e talassemia em pacientes portadores de LES. Para isso, foram estudadas 80 amostras de sangue de pacientes portadores de lúpus atendidos no ambulatório do Hospital das Clínicas de Goiânia. Foram utilizados testes laboratoriais não moleculares para a detecção das hemoglobinopatias. A fre- qüência das alterações da hemoglobina foi de 10,0%, encontradas em oito pacientes. Dessas alterações, a mais prevalente foi a talassemia alfa, encontrada em quatro pacientes, correspondendo a uma freqüência de 5,0% da população estudada. Depois, foi o heterozigoto para a hemoglobina S, encontrada em dois pacientes, correspondendo a 2,5% da população, e também outro heterozigoto para a hemoglobina C, encontrada em um paciente, correspondendo a 1,25%, e um paciente com beta talassemia menor, correspondendo a 1,25%. Nenhum caso de homozigose foi encontrado no presente estudo. Este trabalho demonstrou que não houve diferença na prevalência dos distúr- bios da hemoglobina entre a população em geral e os portadores de LES. Rev. bras. hematol. hemoter. 2008;30(1):24-28.
Abstract: Systemic lupus erythematosus (SLE) is a typically multigenic and multifatorial disease with remarkable clinical and pathogenic complexities. The causes of SLE are not totally known, but It is known that environmental and genetic factors are involved. Among various clinical manifestations observed in lupus patients, anemia calls the attention because of a prevalence of 52.5% of the patients with RBC indices suggestive of anemia identified in this study. Although anemia is usually seen in patients with SLE, studies of the prevalence of hereditary anemias, particularly hemoglobinopathies, have not been carried out in populations. The objective of this work was to evaluate the prevalence of hemoglobinophaties in patients with SLE. We studied 80 blood samples of patients with SLE in Hospital das Clínicas in Goiania, Brazil. The frequency of alterations of the hemoglobin was 10.0% (8 patients). Among these alterations, the most prevalent was alpha thalassemia in 4 patients (5.0% of the studied population). The heterozygosity for hemoglobin S was seen in 2 patients (2.5%), hemoglobin C in one patient (1.25%) and one patient was identified with beta thalassemia minor. No homozygous cases were found in the present study. According to this work no difference in the prevalence of hemoglobin disorders was observed between general population and patients with SLE. Rev. bras. hematol. hemoter. 2008;30(1):24-28.
Palavras-chave: Talassemia
HPLC
Hemoglobinas variantes
Lúpus eritematoso sistêmico
Diagnóstico laboratorial
Thalassemia
Variant hemoglobins
HPLC
Systemic lupus erythematosus
Laboratorial diagnoses
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: CASTRO, Frank S. et al.Prevalencia de talassemia e hemoglobinas variantes em pacientes portadores de lupus erimatoso sistemico. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São José do Rio Preto, v. 30, n. 1, p. 32-37, jan./fev. 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1516-84842008000100008 
Identificador do documento: 10.1590/S1516-84842008000100008 
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16204
Data de publicação: 2008
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Frank Sousa Castro - 2008.pdf40,86 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons