Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16387
Tipo do documento: Artigo
Título: Apical root resorption of maxillary fi rst molars related to headgear use as detected by cone beam computed tomography
Título(s) alternativo(s): Reabsorção radicular apical dos primeiros molares superiores decorrente do uso de aparelho extraoral, diagnosticada na tomografi a computadorizada cone beam
Autor: Freitas, Jairo Curado de
Lyra, Olavo César Porto
Alencar, Ana Helena Gonçalves de
Estrela, Carlos
Resumo: A Tração extraoral (EOT) com puxada cervical é um tipo de ancoragem com abordagem ortopédica amplamente utilizada para o controlo do crescimento maxilar. Os objetivos deste estudo foram: 1) testar a hipótese de que o uso de tração extraoral pode aumentar o risco de reabsorção radicular apical, usando tomografi a computadorizada cone beam (TCFC), para detectar reabsorções radiculares dos primeiros molares, e 2) avaliar quais as raízes mais propensas à reabsorção e em que extensão. Um total de 112 primeiros molares superiors, de 56 pacientes, com 52 a 288 meses pós-tratamento ortodôntico, foram avaliados para detectar a reabsorção radicular apical em imagens TCFC. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo 1, pacientes com uso de EOT por período superior a seis meses; Grupo 2, pacientes que não usaram EOT. O sistema Levander e Malmgren foi usado para classifi car os ápices dos primeiros molares superiores. As análises foram realizadas duas vezes, sendo utilizado o índice Kappa, ao nível de signifi cância de 5%. Os resultados mostraram que não houve diferença na freqüência e gravidade da reabsorção radicular apical dos primeiros molares permanentes superiores entre os dois grupos, detectadas por CBCT. O uso de EOT não mostrou associação com a freqüência e a gravidade das reabsorçoes radiculares apicais, considerando o período avaliado.
Abstract: Extraoral traction (EOT) by occipital headgear is a widely used anchorage and orthopedic approach for the control of maxillary growth. The aims of this study were: 1) to test the hypothesis that headgear use may increase the risk of apical root resorption, using cone beam computed tomography (CBCT) to detect root resorptions of maxillary fi rst molars, and 2) to assess which roots are more prone to resorption and to which extent. A total of 112 maxillary fi rst molars from 56 patients at 52 to 288 months after orthodontic treatment were evaluated to detect apical root resorption on CBCT images. Patients were divided into two groups: Group 1, patients who used EOT for up to six months; Group 2, patients who did not use EOT. The Levander and Malmgren scoring system was used to classify the root apices of maxillary fi rst molars. Signifi cance was set at 5%. Kappa statistics was used to assess agreement; scores were evaluated twice, according to the study methods. There were no differences in the frequency and severity of apical root resorption of maxillary fi rst permanent molars in the two groups as detected by CBCT. The use of EOT did not show association with frequency and severity of ARR considering a long time of follow up.
Palavras-chave: Extraoral traction
Orthodontic treatment
Root resorption
Cone beam computed tomography
Tração extraoral
Tratamento ortodôntico
Reabsorção radicular
Tomografia computadorizada cone beam
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Odontologia - FO (RG)
Citação: FREITAS, Jairo Curado de. Apical root resorption of maxillary first molars related to headgear by cone beam computed tomography. Stomatos, Canoas, v. 17, n. 33, p. 4-11, July/Dec. 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16387
Data de publicação: Dez-2011
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Jairo Curado de Freitas - 2011.pdf149,32 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons