Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/164
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Contagem e identificação de microrganismos na saliva de portadores do vírus da imunodeficência humana antes e após higienização e bochecho com anti-sépticos
Título(s) alternativo(s): Identifi cation of microorganisms in saliva of human immunodefi ciency virus
Autor: Rocha, Cristyane Gonçalves Benicio Bastos
Reis, Cleomenes
Pimenta, Fabiana Cristina
Abstract: Infecções da mucosa bucal estão provavelmente relacionadas com a soropositividade para o HIV, bem como alterações no número e nas espécies microbianas. O presente estudo buscou identificar equantificar os microrganismos na saliva de 56 adultos portadores do HIV, antes e após higienização e bochecho com os anti-sépticos Periogard® e Cepacol®, e determinar a concentração inibitória mínima (CIM) desses anti-sépticos. Foram coletadas duas amostras de saliva não estimulada de cada paciente. A primeira coleta foi realizada antes de qualquer intervenção; a segunda, após instruções e práticas de higiene bucal e bochecho com Periogard® ou Cepacol®. A determinação da CIM foi realizada pelo método de diluição em ágar. Foram isolados 54 leveduras, 43 bastonetes Gram negativos (BGN), 42 estafi lococos e 29 estreptococos do grupo mutans (EGM). As contagens microbianas, após higienização e bochecho, sofreram uma redução signifififi cante para ambos os anti-sépticos. Considerando o Periogard®, a redução foi de 5 logs para EGM, de 4 logs para estafilococos e BGN e de 2 logs para as leveduras. O Cepacol® promoveu uma redução de 5 logs para EGM, de 4 logs para os estafi lococos, de 3 logs para BGN e de 1 log para as leveduras. A CIM para os EGM variou de 0,06 a 0,48μg/mL para o Periogard® e 0,05 a 0,2μg/mL para o Cepacol®; estafififi lococos de 0,0002344 a 0,0009375μg/mL para o Periogard® e 0,003125 a 0,1μg/mL para o Cepacol®; bastonetes Gram negativos de 0,001875 a 0,12μg/mL para o Periogard® e 0,0125 a 0,2μg/mL para o Cepacol® e leveduras de 0,0075 a 0,06μg/mL para o Periogard® e 0,003125 a 0,025μg/mL para o Cepacol®. Os indivíduos portadores do HIV apresentaram elevada prevalência de C. albicans na saliva. É preocupante a presença de estafi lococos e enterobactérias na saliva destes pacientes imunodeprimidos, uma vez que são patógenos virulentos com capacidade de disseminação. O uso de anti-sépticos associados a uma higienização supervisionada reduz significativamente a carga microbiana destes indivíduos, o que torna a associação recomendada. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ Buccal manifestations seem to be related with seropositivity for HIV, as well as alterations in the number and in types of microbial species. The aim of this study was to identify and to quantify the microorganisms before and after mouthwashes with antiseptic and to determine MICs of the isolated ones for Periogard® and Cepacol®. Two samples of saliva not stimulated of each patient were collected. The first collection was accomplished before any intervention and the second was made after instructions and practices of buccal hygiene and mouthwash with Periogard® or Cepacol®. The determination of MICs was accomplished by the dilution method in agar. Fifty four yeasts were isolated; 43 Gram negative rods; 42 staphylococci and 29 mutans streptococci (MS). The counts before and after mouthwash for Periogard® resulted in a reduction of 5 logs for MS, 4 logs for staphylococci and Gram negative rods and 2 logs for yeasts; Cepacol® resulted in a reduction of 5 logs for MS, 4 logs for staphylococci, 3 logs for Gram negative rods and 1 log for yeasts. The MICs ranged for MS from 0.06-0.48μg/mL for Periogard®; 0.05-0.2μg/mL for Cepacol®; for staphylococci from 0.0002344-0.0009375μg/mL for Periogard®; 0.003125-0.1μg/mL for Cepacol®; for Gram negative rods from 0.001875-0.12μg/ mL for Periogard®; 0.0125-0.2μg/mL for Cepacol® and yeasts from 0.0075-0.06μg/mL for Periogard®; 0.003125-0.025μg/mL for Cepacol®. C. albicans was the main isolate in saliva of HIV infected patients. Staphylococci and enterobacteriacea in saliva has been reported as potential opportunistic pathogens. The use of antiseptic associated with supervised hygiene reduces significantly microbial load.
Citação: ROCHA, Cristyane Gonçalves Benicio Bastos; REIS, Cleomenes. PIMENTA , Fabiana Cristina.Contagem e identificação de microrganismos na saliva de portadores do vírus da imunodeficência humana antes e após higienização e bochecho com anti-sépticos. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, GO, v. 35, n.2, 2006. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/1901/1828>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/164
Data de publicação: 5-Set-2006
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CONTAGEM E IDENTIFICACAO.pdf212,71 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons