Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16641
Tipo do documento: Artigo
Título: Equipamentos de proteção em centros de material e esterilização: disponibilidade, uso e fatores intervenientes à adesão
Título(s) alternativo(s): Equipments of protection in a material and sterilization center: availability, use and intervening factors to the adhesion
Equipamientos de protección en centrales de material y esterilización: disponibilidad, uso y factores que intervienen a la adhesión
Autor: Tipple, Anaclara Ferreira Veiga
Aguliari, Hiany Thomaz
Souza, Adenícia Custódia Silva e
Pereira, Milca Severino
Mendonça, Alline Christiane da Cunha
Silveira, Colombina da
Resumo: O reprocessamento de artigos odontomédico-hospitalares tem relação com o risco biológico, tanto para os trabalhadores, pela inerente exposição à matéria orgânica, quanto para os pacientes nos quais estes artigos são utilizados. Este estudo descritivo foi realizado em 12 hospitais de Goiânia, GO de julho/2004 a julho/2005 e seus objetivos foram: identificar a adoção de equipamentos de proteção pelos trabalhadores de centros de material e esterilização; identificar a disponibilidade destes equipamentos nos serviços e estabelecer os fatores facilitadores e dificultadores de sua adoção. Participaram voluntariamente 64 trabalhadores. Os dados foram obtidos por meio de observação e entrevista e foram processados pelo programa Epi Info. Não houve coerência entre disponibilidade e uso dos equipamentos de proteção, bem como com a compreensão dos trabalhadores quanto à sua importância. Os fatores da não-adesão foram: de cunho individual, falta de estrutura física e recursos materiais, e relacionados à estrutura organizacional. Estes fatores atuaram de maneira sinérgica para o que foi considerado “situação de risco” do trabalho em Central de Material de Esterilização (CME), tanto para trabalhadores quanto para os clientes.
Abstract: The reprocessing of objects from hospitals and dentistry is strongly associated with biological risk to the workers for the inherent exposition to the organic matter, and to the patients in which these objects are used. This descriptive study was accomplished at 12 hospitals in Goiânia-GO from July 2004 to July 2005 with the purpose of: identify the adoption of Equipments of Protection for the workers of Material and Sterilization Centers (MSC); to identify the availability of these Equipments in the services and to establish the facilitative and difficulty factors on its adoption. Participated in the study 64 volunteer workers. Data was obtained through observation and interview and was processed by the program Epi Info. There was no coherence between availability and use of the Equipments of Protection, as well as the workers' understanding regarding its importance. The intervening factors for non adhesion were: of personal reasons, lack of physical structure and material resources, and related to the organizational structure. These factors acted in a synergic way on what was considered “situation of risk” at the MSC work, for the workers as well for the customers.
El reprocesamiento de artículos odontomédico hospitalarios tiene relación con el riesgo biológico, tanto para los trabajadores, por la inherente exposición a la materia orgánica, como para los pacientes en los cuales los artículos son usados. Este estudio descriptivo se realizó en 12 hospitales en Goiânia-GO de julio/2004 a julio/2005 y sus objetivos fueron: identificar la adopción de equipamientos de protección por los trabajadores de centrales de material y esterilización; identificar la disponibilidad de estos equipamientos en los servicios y establecer los factores facilitadores y dificultadores de su adopción. Participaron voluntariamente 64 trabajadores. Los datos fueron obtenidos a través de la observación y entrevista, y fueron procesados por el programa Epi Info. No hubo coherencia entre disponibilidad y uso de los equipamientos de protección, así como con la comprensión de los trabajadores con relación a su importancia. Los factores de la no adhesión fueron: de cuño individual, falta de estructura física y recursos materiales, y relacionados a la estructura organizacional. Estos factores actuaron de manera sinérgica para lo que fue considerado “situación de riesgo” del trabajo en el CME, tanto para trabajadores como a los clientes.
Palavras-chave: Exposição a agentes biológicos
Riscos ocupacionais
Equipamentos de proteção
Exposure to biological agents
Occupational risks
Protective devices
Exposición a agentes biológicos
Riesgos laborales
Equipos de seguridad
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: TIPPLE, Anaclara Ferreira Veiga et al. Equipamentos de proteção em centros de material e esterilização: disponibilidade, uso e fatores intervenientes à adesão. Ciência, Cuidado e Saúde, Maringá, v. 6, p. 441-448, out./dez. 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16641
Data de publicação: Dez-2007
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Anaclara Ferreira Veiga Tipple - 2007.pdf103,28 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons