Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16649
Tipo do documento: Artigo
Título: Profile of accidents with biological material at a dental school
Título(s) alternativo(s): Perfil de acidentes com material biológico em uma instituição de ensino odontológico
Autor: Sasamoto, Sandra Aragão de Almeida
Tipple, Anaclara Ferreira Veiga
Leles, Cláudio Rodrigues
Silva, Érica Tatiane
Paiva, Enilza Maria Mendonça de
Lima, Liwcy Keller de Oliveira Lopes
Resumo: Caracterizar o perfil epidemiológico dos acidentes com material biológico (MB) ocorridos em uma instituição pública de ensino odontológico e identificar as condutas pós-exposição adotadas pelas vítimas constituíram-se objetivos deste trabalho. Estudo transversal retrospectivo, cujos sujeitos da pesquisa foram os docentes, discentes e técnico-administrativos, exerceram atividades clínicas ou laboratoriais no período de 2001 a 2008 (n=566). Entre maio e agosto de 2008, por meio do envio de questionário eletrônico, utilizando um software desenvolvido para esse fim ocorreu a coleta de dados. Dos 266 participantes, 91 (34,2%) referiram algum tipo de exposição a MB. Não houve diferença entre a ocorrência de acidentes conforme a categoria (p = 0,496) e o sexo (p = 0,261) do participante. A maioria dos acidentados reportou exposição percutânea (76,9%) com envolvimento de saliva (68,1%) e sangue (48,3%), e a área corporal mais atingida foram os dedos. Os acidentes ocorreram, predominantemente, durante procedimentos clínicos (34,1%) e cirúrgicos (30,8%). A adesão aos equipamentos de proteção recomendados apresentou-se alta (82,9%), entretanto apenas 26,4% notificaram o acidente e 28,6% procuraram ajuda imediata. A maioria dos acidentados não notificou os acidentes, inviabilizando as condutas recomendadas e muitos banalizaram condutas consideradas fundamentais, como a interrupção do procedimento e busca de atendimento médico.
Abstract: Current research characterizes the epidemiological profile of accidents with biological material (BM) that occurred in a government-run dental school and identifies the post-exposure behavior taken by the injured subjects. The cross-sectional retrospective study comprises professors, students and technicaladministration personnel who worked in the laboratory from 2001 to 2008 (n = 566). An electronic questionnaire, prepared by software developed for this purpose, was sent to subjects between May and August 2008 for data collection. Ninety-one (34.2%) out of 266 participants reported some type of exposure to BM. There was no difference between the occurrence of accidents according to the subjects’ category (p = 0.496) and sex (p = 0.261). Most of the subjects reported cutaneous exposure (76.9%) comprising saliva (68.1%) and blood (48.3%). The fingers were the body members most affected. Accidents occurred mostly during clinical (34.1%) and surgical (30.8%) procedures. Although the use of protection equipments was high (82.9%), only 26.4% of subjects reported the accident and only 28.6% sought immediate help. Most of the injured subjects failed to report the accidents and did not comply with the guidelines. Others trivialized basic behavior such as the interruption of the procedure to seek medical assistance.
Palavras-chave: Exposure to biological agents
Security measures
Dentistry
Dental students
Exposição a agentes biológicos
Medidas de segurança
Odontologia
Estudantes de odontologia
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: SASAMOTO, Sandra Aragão de Almeida et al. Profile of accidents with biological material at a dental school. Acta Scientiarum. Health Sciences, Maringá, v. 36, n. 1, p. 43-43, Jan./June 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.4025/actascihealthsci.v36i1.14976
Identificador do documento: 10.4025/actascihealthsci.v36i1.14976
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16649
Data de publicação: Jun-2014
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Sandra Aragão de Almeida Sasamoto - 2014.pdf608,68 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons