Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16688
Tipo do documento: Artigo
Título: Lung function in post-poliomyelitis syndrome: a cross-sectional study
Título(s) alternativo(s): Função pulmonar em pessoas com síndrome pós-poliomielite: um estudo transversal
Autor: Lira, Claudio Andre Barbosa de
Minozzo, Fábio Carderelli
Sousa, Bolivar Saldanha
Vancini, Rodrigo Luiz
Andrade, Marília dos Santos
Quadros, Abrahão Augusto Joviniano
Oliveira, Acary Souza Bulle
Silva, Antonio Carlos da
Resumo: Objetivo: Comparar a função pulmonar de pacientes com síndrome pós-poliomielite à de pacientes com sequelas de poliomielite paralítica (sem quaisquer sinais ou sintomas de síndrome pós-poliomielite) e à de sujeitos saudáveis. Métodos: Vinte e nove sujeitos do sexo masculino foram divididos em três grupos: controle, poliomielite (pacientes que sofreram de poliomielite paralítica, mas que não apresentaram síndrome pós-poliomielite) e síndrome pós-poliomielite. Os voluntários foram submetidos a avaliações da função pulmonar (espirometria e avaliação da força muscular respiratória). Resultados: Os resultados da espirometria não revelaram diferenças significantes entre os grupos, à exceção da ventilação voluntária máxima, cuja média no grupo síndrome pós-poliomielite foi aproximadamente 27% mais baixa que no grupo controle (p = 0,0127). No entanto, os valores de ventilação voluntária máxima observados no grupo pós-poliomielite foram comparados aos da população brasileira e se apresentaram dentro da faixa normal. Não foram observadas diferenças significantes entre os grupos no tocante à força muscular respiratória. Conclusões: À exceção da ventilação voluntária máxima mais baixa, não houve comprometimento significante da função pulmonar em pacientes ambulatoriais com diagnóstico de síndrome pós-poliomielite quando comparados a pacientes com sequelas de poliomielite, mas sem a síndrome pós-poliomielite e a sujeitos saudáveis. Trata-se de um importante achado clínico, pois mostra que pacientes com síndrome pós-poliomielite podem apresentar função pulmonar preservada.
Abstract: Objective: To compare lung function between patients with post-poliomyelitis syndrome and those with sequelae of paralytic poliomyelitis (without any signs or symptoms of post-poliomyelitis syndrome), as well as between patients with post-poliomyelitis syndrome and healthy controls. Methods: Twenty-nine male participants were assigned to one of three groups: control; poliomyelitis (comprising patients who had had paralytic poliomyelitis but had not developed post-poliomyelitis syndrome); and post-poliomyelitis syndrome. Volunteers underwent lung function measurements (spirometry and respiratory muscle strength assessment). Results: The results of the spirometric assessment revealed no significant differences among the groups except for an approximately 27% lower mean maximal voluntary ventilation in the post-poliomyelitis syndrome group when compared with the control group (p = 0.0127). Nevertheless, the maximal voluntary ventilation values for the post-poliomyelitis group were compared with those for the Brazilian population and were found to be normal. No significant differences were observed in respiratory muscle strength among the groups. Conclusions: With the exception of lower maximal voluntary ventilation, there was no significant lung function impairment in outpatients diagnosed with post-poliomyelitis syndrome when compared with healthy subjects and with patients with sequelae of poliomyelitis without post-poliomyelitis syndrome. This is an important clinical finding because it shows that patients with post-poliomyelitis syndrome can have preserved lung function.
Palavras-chave: Testes de função respiratória
Força muscular
Síndrome pós-poliomielite
Respiratory function tests
Postpoliomyelitis syndrome
Muscle strength
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação Física e Dança - FEFD (RG)
Citação: LIRA, Claudio Andre Barbosa de et al. Lung function in people with post-poliomyelitis syndrome: a cross-sectional study. Jornal Brasileiro de Pneumologia, Brasília, v. 39, n. 4, p. 455-460, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1806-37132013000400009
Identificador do documento: 10.1590/S1806-37132013000400009
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16688
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Claudio Andre Barbosa de Lira - 2013.pdf150,41 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons