Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16700
Tipo do documento: Artigo
Título: Diferenças no padrão de ocorrência da mortalidade neonatal e pós-neonatal no Município de Goiânia, Brasil, 1992-1996: análise espacial para identificação das áreas de risco
Título(s) alternativo(s): Differential patterns of neonatal and post-neonatal mortality rates in Goiânia, Brazil, 1992-1996: use of spatial analysis to identify high-risk areas
Autor: Morais Neto, Otaliba Libânio de
Barros, Marilisa Berti de Azevedo
Martelli, Celina Maria Turchi
Silva, Simonne Almeida e
Cavenaghi, Suzana Marta
Siqueira Júnior, João Bosco
Resumo: Este artigo refere-se à pesquisa acerca do padrão espacial dos componentes neonatal e pós-neonatal da mortalidade infantil em Goiânia, no Estado de Goiás, Brasil. A população do estudo foi a coorte de 101 mil nascidos vivos, residentes em Goiânia, de 1992 a 1996. As probabi-lidades de morte infantil foram estimadas mediante o cotejo dos arquivos de óbitos e de nasci-dos vivos. Para minimizar as flutuações aleatórias das taxas, empregou-se o método Bayesiano empírico. A unidade de análise do padrão espacial foi constituída pelos 65 distritos urbanos de planejamento. Para análise de autocorrelação espacial foram utilizados: Moran “global”, Moran local e estatística Gi* local. Os componentes neonatal e pós-neonatal da mortalidade infantil evidenciaram autocorrelação espacial estatisticamente significativa. No período pós-neonatal, os distritos de risco concentram-se nas regiões periféricas do município. No período neonatal, o padrão de ocorrência é heterogêneo, havendo distritos de alto risco distribuídos em todas as re-giões, inclusive na região Central de Goiânia.
Abstract: The aim of this study was to investigate the spatial pattern of neonatal and post-neonatal mortality in the city of Goiânia, Central Brazil. Analyses were based on linked birth and death certificates relating to 101,000 in-hospital live births from mothers residing in the city of Goiânia over the 1992-1996 period. Overall neonatal and post-neonatal mortality probabili-ties were calculated using the linked database. The empirical Bayes method was applied to smooth the estimated rates and minimize random fluctuation. Spatial units of analysis were 65 urban districts, corresponding to the urban planning sectors. The following exploratory spatial analyses were applied: “global” Moran’s I statistic, local Moran LISA map, and Gi* local statistics. For both neonatal and post-neonatal mortality there was statistically significant spatial auto-correlation. Results of post-neonatal mortality showed a high-risk cluster located on the out-skirts of the city. For the neonatal period, a heterogeneous mortality pattern was found with high-risk districts in all regions, including central areas.
Palavras-chave: Neonatal mortality
Spatial analysis
Infant mortality
Mortalidade neonatal
Análise espacial
Mortalidade infantil
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: MORAIS NETO, Otaliba Libânio de; BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; MARTELLI, Celina Maria Turchi; SILVA, Simonne Almeida e Silva; CAVENAGHI, Suzana Marta; SIQUEIRA JÚNIOR, João Bosco. Diferenças no padrão de ocorrência da mortalidade neonatal e pós-neonatal no Município de Goiânia, Brasil, 1992-1996: análise espacial para identificação das áreas de risco. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 17, n. 5, p. 1241-1250, 2001.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0102-311X2001000500024
Identificador do documento: 10.1590/S0102-311X2001000500024
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16700
Data de publicação: Set-2001
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Otaliba Libânio de Morais Neto - 2001.pdf258,06 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons