Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16769
Tipo do documento: Artigo
Título: Indicadores socioeconômicos e de saúde da Atenção Básica nos municípios da região metropolitana de Belo Horizonte
Título(s) alternativo(s): Socioeconomic and health indicators of primary health care in the metropolitan region of Belo Horizonte
Autor: Campos, Ana Cristina Viana
Borges, Carolina Marques
Leles, Cláudio Rodrigues
Vargas, Andréa Maria Duarte
Ferreira, Efigênia Ferreira e
Resumo: Objetivo: investigar a associação entre os indicadores socioeconômicos e de saúde da Atenção Básica nos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Materias e Métodos: estudo ecológico com utilização de dados secundários referentes à Região Metropolitana de Belo Horizonte. As variáveis dependentes foram os indicadores de saúde geral e de saúde bucal da Atenção Básica. As variáveis exploratórias foram taxa de alfabetização, Índice de Desenvolvimento Humano, Índice de Gini e Índice Mineiro de Responsabilidade Social. A análise de Cluster Hierárquico foi realizada para segmentação dos municípios a partir dos indicadores socioeconômicos, por meio do método Between-linkage group e a medida Distância Euclidiana Quadrática. A comparação dos indicadores de saúde da Atenção Básica entre os clusters foi feita através do teste t-Student, com nível de significância estabelecido em 5%. Resultados: os municípios foram agrupados em dois clusters: 1) piores indicadores socioeconômicos (N=23) e 2) melhores (N=10). O cluster 1 apresentou maiores cobertura da Estratégia de Saúde da Família e média anual de visitas domiciliares (76,6 ± 32,5; 6,1 ± 24,6, respectivamente) do que o cluster 2 (70,4 ± 27,9; 0,8 ± 0,6, respectivamente) (p < 0,05). Em relação aos indicadores de Saúde Bucal não houve diferenças estatisticamente significantes entre os clusters. Conclusão: sugere-se que há uma associação entre municípios da região metropolitana de Belo Horizonte com piores indicadores socioeconômicos e maior cobertura da Saúde da Família e média de visita domiciliar.
Abstract: To investigate the association between socioeconomic indicators and Primary Health Care indicators of the Brazilian Health Care System in the greater Belo Horizonte Metropolitan Area, in the state of Minas Gerais, Brazil. Materials and Methods: Ecological study based on secondary data from the Belo Horizonte Metropolitan Area (N= 33 municipalities). The independent variables included the overall health and oral health indicators from Primary Health Care. The exploratory variables included the literacy rate, Human Development Index, Gini Index, and Social Responsibility Index of the state of Minas Gerais. The Hierarchical Cluster analysis was conducted to subdivide the municipalities according to socioeconomic indicators, using the Between-linkage group method and the Squared Euclidean distance measure. The Primary Health Care indicators were compared among clusters by means of Student’s t tests with a significance level of 5%. Results: The municipalities were grouped in two clusters: 1) worst (N=23) and 2) best (N=10) socioeconomic indicators. Cluster 1, as compared to cluster 2, presented a higher coverage of the Family Healthcare Strategy and a higher average of doctors’ house calls (76.6 ± 32.5; 6.1 ± 24.6, respectively) (70.4 ± 27.9; 0.8 ± 0.6, respectively) (p < 0.05). Concerning the oral health indicators, no statistically significant difference could be observed among the clusters. Conclusion: The results suggest an association among the municipalities of the greater Belo Horizonte Metropolitan Area which present worse socioeconomic indicators and a higher coverage of the Family Healthcare and average of doctors’ house calls.
Palavras-chave: Atenção primária à saúde
Indicadores sociais
Indicadores básicos de saúde
Primary health care
Health status indicators
Social indicators
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Odontologia - FO (RG)
Citação: CAMPOS, Ana Cristina et al. Indicadores socioeconômicos e de saúde da Atenção Básica nos municípios da região metropolitana de Belo Horizonte. Arquivos em Odontologia, Belo Horizonte, v. 48, n. 1, p. 6-12, jan./mar. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.7308/aodontol/2012.48.11.01
Identificador do documento: 10.7308/aodontol/2012.48.11.01
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16769
Data de publicação: Mar-2012
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ana Cristina Viana Campos - 2012.pdf1,35 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons