Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16770
Tipo do documento: Artigo
Título: Cárie dentária, disponibilidade de açúcar e fatores associados nas capitais brasileiras em 2003: um estudo ecológico
Título(s) alternativo(s): Dental caries, sugar availability and associated factors in the Brazilian capital cities: an ecological study
Autor: Gonçalves, Michele Martins
Leles, Cláudio Rodrigues
Freire, Maria do Carmo Matias
Resumo: Introdução: A associação entre a disponibilidade de açúcar e a cárie dentária, utilizando-se dados populacionais, ainda não foi testada na população brasileira. Objetivo: Investigar a associação entre a experiência de cárie em crianças e a disponibilidade domiciliar de açúcar no Brasil, em 2003. Buscou-se ainda testar a provável influência de indicadores socioeconômicos e do acesso à água fluoretada. Material e método: Este estudo ecológico analisou dados das 27 capitais brasileiras sobre cárie em crianças de cinco e 12 anos, e abastecimento de água fluoretada, obtidos do levantamento nacional de saúde bucal de 2003. Os dados sobre disponibilidade domiciliar de açúcar foram obtidos da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) de 2003 e, sobre indicadores socioeconômicos, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em 2000. Na análise estatística, foram utilizados testes de correlação e regressão linear simples e múltipla. Resultado: Não houve associação significativa entre a experiência de cárie em crianças de cinco anos e as variáveis independentes. Na idade de 12 anos, menor experiência de cárie foi correlacionada à maior aquisição de refrigerantes, ao maior tempo de fluoretação e ao IDH e à renda per capita mais elevados. O resultado da regressão linear múltipla, ajustado pelo tempo de fluoretação das águas, indicou que esta variável explica os níveis de cárie mais baixos. Após o ajuste pelos demais fatores, nenhuma variável foi associada à cárie. Conclusão: Não houve associação entre a experiência de cárie em crianças e a disponibilidade domiciliar de açúcar nas capitais brasileiras em 2003, quando indicadores socioeconômicos e presença de água fluoretada foram considerados na análise.
Abstract: Introduction: The association between sugar availability and dental caries, using population data, was not tested in the Brazilian population yet. Objective: To investigate the association between dental caries experience in children and household sugar availability in Brazil in 2003. It was also aimed to test the possible influence of socioeconomic indicators and presence of fluoridated water supply. Material and method: This ecological study analyzed data of the 27 Brazilian capital cities on caries experience of 5 and 12 years-old children and water fluoridation obtained from the National Survey of Oral Health in 2003; sugar availability from the Household Budget Survey in 2003; and socioeconomic indicators from the United Nations Development Programme in 2000. Correlation tests, simple and multiple linear regression were used in the statistical analysis. Result: There was no association between caries experience in the 5 years-old and the independent variables. At the age 12, lower caries experience was correlated with higher acquisition of soft drinks, public water fluoridation, Human Development Index and per capita income. Results of the multiple linear regression, adjusted by time of water fluoridation showed that this variable explained the lower levels of caries. After adjusting for the other factors, none of the variables were significantly associated to dental caries. Conclusion: There was no association between dental caries in children and sugar availability in the Brazilian capital cities in 2003 when socioeconomic indicators and presence of fluoridated water were considered in the analysis.
Palavras-chave: Epidemiologia
Fluoretos
Cárie dentária
Iniquidade social
Dieta
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Odontologia - FO (RG)
Citação: GONCALVES, Michele Martins; LELES, Cláudio Rodrigues; FREIRE, Maria do Carmo Matias. Cárie dentária, disponibilidade de açúcar e fatores associados nas capitais brasileiras em 2003: um estudo ecológico. Revista de Odontologia da UNESP, Araraquara, v. 41, n. 6, p. 425-432, nov./dez. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16770
Data de publicação: Dez-2012
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Michele Martins Gonçalves - 2012.pdf166,66 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons