Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/168
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Qualidade microbiológica de empadão goiano comercializado em uma feira de lazer de Goiânia/GO e teste de susceptibilidade antimicrobiana de cepas isoladas
Título(s) alternativo(s): Microbiological quality of the regional chicken pie commercialized in a fair in Goiânia, Brazil and antimicrobial susceptibility of isolated strains
Autor: Borges, Liana Jayme
Amorim, Lethícia Jamille Machado
André, Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges
Campos, Maria Raquel Hidalgo
Serafini, Álvaro Bisol
Abstract: Objetivando verificar a qualidade microbiológica de empadão goiano, comercializado em uma feira de lazer de Goiânia, e conhecer o perfil de susceptibilidade a antimicrobianos dos microrganismos isolados, foram coletadas 144 amostras em 24 barracas, sendo uma amostra mensal de cada barraca. As amostras foram analisadas de acordo com a legislação vigente, que preconiza a contagem de coliformes termotolerantes, Escherichia coli, Staphylococcus coagulase positiva, Bacillus cereus, Clostridium sulfito redutor a 46oC e a pesquisa de Salmonella sp. Das 144 amostras analisadas, 41 (28,5 %) foram positivas para coliformes termotolerantes, 22 (15,3 %) para E. coli e 9 (6,2 %) para Staphylococcus coagulase positiva. Nenhuma amostra foi positiva para B. cereus, C. perfringens e Salmonella sp. No teste de susceptibilidade antimicrobiana, o maior percentual de resistência das nove cepas de S. aureus foi em relação à penicilina(88,9%); as cepas foram agrupadas em cinco perfis fenotípicos (A-E), sugerindo diferentes fontes de contaminação. Das 22 cepas de E. coli, o maior percentual de resistência estava relacionado à tetraciclina (41,0 %) e à cefalotina (41,0 %); as cepas foram agrupadas em sete perfis fenotípicos (A-G). Foi possível constatar que o empadão apresentava falhas em sua qualidade microbiológica, sinalizando o risco potencial de ocorrência de doenças veiculadas por alimentos, inclusive por microrganismos resistentes a antimicrobianos. Ficou evidente a importância da realização de trabalhos educativos dirigidos aos manipuladores de alimentos para que sejam reduzidos os erros e os riscos identificados e, dessa forma, seja assegurada a proteção da saúde do consumidor. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ The purpose of this study was to verify the microbiological quality of chicken pies commercialized in a fair in the city of Goiânia, Brazil, and to carry out the test of antimicrobial susceptibility of isolated microorganisms. From 24 different tents, 144 chicken pies samples were collected. The samples were analyzed according to Brazilian legislation including the counting of thermotolerant coliforms, Escherichia coli, coagulase positive Staphylococcus, Bacillus cereus, sulfite reducing Clostridium and the research of Salmonella sp. Forty-one (28.5 %) of the samples presented thermotolerant coliforms contamination, 22 (15.3 %) were positive for E. coli and nine (6.2%) for coagulase positive Staphylococcus. All of the samples were negative for B. cereus, C. perfringens and Salmonella sp.contamination. The strains were submitted to antimicrobial susceptibility test. The S. aureus isolates showed greater resistance for penicillin (88.9 %). The strains were grouped in five phenotypic profiles (A-E), suggesting different sources of contamination. The E. coli strains tested, showed greater resistance to tetracycline (41.0 %) and cephalothin (41.0 %). The E. coli strains were grouped in seven phenotypic profiles (A-G). The results evidenced the poor microbiological quality of the chicken pies commercialized in those conditions, signaling for the potential risk of foodborne diseases. Educative works with food handlers with the aim to minimize the identified errors and, consequently, to promote the protection of the consumers’ health are recommended.
Citação: BORGES, Liana Jayme; AMORIM, Lethícia Jamille Machado; ANDRÉ, Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges; CAMPOS, Maria Raquel Hidalgo; SERAFINI, Álvaro Bisol. Qualidade microbiológica de empadão goiano comercializado em uma feira de lazer de Goiânia/GO e teste de susceptibilidade antimicrobiana de cepas isoladas. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, GO, v.37, n. 2, 2008. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/5044/4209>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/168
Data de publicação: 21-Mai-2008
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
QUALIDADE MICROBIOLOGICA.pdf452,17 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons