Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16922
Tipo do documento: Artigo
Título: Dor pós-operatória em crianças: uma abordagem de gênero
Título(s) alternativo(s): Postoperative pain in children: a gender approach
Dolor post-operatorio en niños: un abordaje de género
Autor: Moura, Louise Amália de
Oliveira, Ana Carolina D’Arelli de
Pereira, Gilberto de Araújo
Pereira, Lílian Varanda
Resumo: O objetivo do estudo foi verificar e descrever, sob o enfoque de gênero, as associações entre o sexo e as variáveis específicas da dor pós-operatória em pediatria. Corte transversal com 77 crianças, com idades entre seis e 13 anos (M=9 anos; dp=2,2 anos), ASA I e II, 77,9% pertencentes às classes socioeconômicas C e D, 68,8% meninos e 32,8% meninas. Os dados foram coletados no primeiro dia pós-operatório, por meio de entrevista semi-estruturada e quatro escalas de medida. As principais doenças de base foram adenoamigdalite e fraturas. A prevalência de dor foi de 91,7% para meninas e 75,5% para meninos (p>0,05). Não houve associação entre intensidade de dor e sexo; as palavras mais utilizadas para descrever a dor foram corta e aperta. A escala preferida foi a Escala de Faces do Cebolinha e da Mônica. O manejo da dor em pediatria ainda é inadequado e o gênero pode influenciar na resposta dor.
Abstract: The objective of this study was to verify and describe, from a gender focus, the associations between gender and specific postoperative pain variables in pediatrics. This is a cross-sectional study of 77 children between 6 and 13 years of age (M=9 years; sd=2.2 years), ASA I and II, 77.9% from low-income classes, 68.8% boys and 32.8% girls. Data were collected on the first postoperative (1st PO) day through semistructured interviews and four measurement scales. The main baseline diseases were adenotonsillitis and fractures. Prevalence of pain on the 1st PO was 91.7% for girls and 75.5% for boys (p>0.05). No association was found between pain intensity and gender. The most used pain descriptors were it cuts and it squeezes. The preferred scale was the EFMC (with faces from a Brazilian cartoon: Monica’s Gang). Pediatric pain management is still inadequate and gender may influence the pain response.
El objetivo del estudio fue verificar y describir, bajo en enfoque de género, las asociaciones entre el sexo y las variables específicas de dolor post-operatorio en pediatría. Corte transversal, con 77 niños con edad entre 6 y 13 años (M=9 años, ds=2,2 años), ASA I y II, 77,9% pertenecientes a clases socioeconómicas C y D, 68.8% varones y 32,8% mujeres. Datos recolectados en primer día post-operatorio, mediante entrevista semiestructurada de cuatro escalas de medida. Las principales enfermedades de base fueron adenoamigdalitis y fracturas. La prevalencia de dolor fue de 91,7% para niñas y 75,5% para niños (p>0,05). No hubo asociación entre intensidad de dolor y sexo, las palabras más utilizadas para describir el dolor fueron corto y abierto. La escala preferida fue la Escala de Rostros de Cebollita y Mónica. El manejo del dolor pediátrico es aún inadecuado y el género puede influir en la respuesta.
Palavras-chave: Criança
Dor pós-operatória
Medição da dor
Identidade de gênero
Enfermagem pediátrica
Child
Pain postoperative
Pain measurement
Gender identity
Pediatric nursing
Niño
Dolor postoperatorio
Dimensión del dolor
Identidad de género
Enfermería pediátrica
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: MOURA, Louise Amália de et al. Dor pós-operatória em crianças: uma abordagem de gênero. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 45, n. 4, p. 833-838, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0080-62342011000400006
Identificador do documento: 10.1590/S0080-62342011000400006
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16922
Data de publicação: 2011
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Louise Amália de Moura - 2011.pdf360,35 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons