Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16941
Tipo do documento: Artigo
Título: Consumo de medicamentos por idosos, Goiânia, Brasil
Título(s) alternativo(s): Medicine use by the elderly in Goiania, Midwestern Brazil
Autor: Santos, Thalyta Renata Araújo
Lima, Dione Marçal
Nakatani, Adélia Yaeko Kyosen
Pereira, Lílian Varanda
Leal, Geraldo Sadoyama
Amaral, Rita Goreti
Resumo: OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo de medicamentos entre idosos e sua associação com aspectos socioeconômicos e autopercepção de saúde. MÉTODOS: Estudo de base populacional e delineamento transversal com 934 idosos de Goiânia, GO, Brasil, entre dezembro de 2009 e abril de 2010. Os dados foram coletados por meio de questionário. As variáveis estudadas foram: número de medicamentos consumidos, sexo, estado civil, escolaridade, tipo de moradia, idade, renda e autopercepção de saúde. Os medicamentos foram classifi cados segundo o Anatomical Therapeutic and Chemical Classifi cation. Os medicamentos impróprios para idosos foram identifi cados segundo o Critério de Beers-Fick. Os testes utilizados foram Qui-quadrado (X2) e exato de Fisher e p foi considerado signifi cativo quando < 0,05. RESULTADOS: Os idosos consumiam 2.846 medicamentos (3,63 medicamentos/ idoso). Os mais usuais atuavam no aparelho cardiovascular (38,6%). A prevalência de polifarmácia foi de 26,4% e da automedicação de 35,7%. Os medicamentos mais ingeridos por automedicação foram os analgésicos (30,8%); 24,6% dos idosos consumia medicamento considerado impróprio. Mulheres, viúvos, idosos com 80 anos ou mais e com pior autopercepção de saúde praticavam mais a polifarmácia. A maior prática da automedicação esteve associada com menor escolaridade e pior autopercepção de saúde. CONCLUSÕES: O padrão do consumo de medicamentos por idosos foi semelhante ao encontrado em idosos de outras regiões do Brasil. O número de medicamentos usados, a prevalência das práticas da polifarmácia e automedicação e consumo de medicamentos impróprios estiveram dentro da média nacional.
Abstract: OBJECTIVE: To analyze the pattern of use of medications use in aged people and associate it with socioeconomic aspects and with the self-rated health. METHODS: A population-based cross-sectional design study with 934 elderly people from Goiania, Midwestern Brazil, between December 2009 and April 2010. Data were collected through a questionnaire. The dependent variable was the number of medications consumed and the independent variables were sex, marital status, education, type of residence, age, income, and self-rated health. Drugs were classifi ed according to the Anatomical Therapeutic Chemical Classifi cation. The inappropriate drugs for the elderly were identifi ed according to the Beers-Fick criteria. The tests used were Chi-square and Fisher’s exact test, p was considered signifi cant when < 0.05. RESULTS: The elderly consumed 2,846 medicines (3.63 medications/person). The most commonly consumed were those which act in the cardiovascular system (38.6%). The prevalence of polypharmacy was 26.4% and selfmedication was 35.7%. The most used drugs for self-medication were analgesics (30.8%), 24.6% of the elderly consumed drug considered inappropriate. Women, widows, those aged 80 or over and with worse self-rated health were more likely to practiced more polypharmacy. Most self-medication was associated with lower levels of education and worse self-rated health. CONCLUSIONS: The pattern of drug use by the elderly was similar to that found in the elderly in other regions of Brazil. The number of drugs used, the prevalence of self-medication and practice of polypharmacy and inappropriate drug use were within the national average.
Palavras-chave: Idoso
Uso de medicamentos
Quimioterapia combinada
Medicamentos de uso contínuo
Automedicação
Auto-avaliação diagnóstica
Estudos transversais
Aged
Drug utilization
Drug therapy combination
Drugs of continuous use
Self medication
Diagnostic self evaluation
Cross-sectional studies
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: SANTOS, Thalyta Renata Araújo et al. Consumo de medicamentos por idosos, Goiânia, Brasil. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 47, n. 1, p. 94-103, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0034-89102013000100013
Identificador do documento: 10.1590/S0034-89102013000100013
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16941
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Thalyta Renata Araújo Santos - 2013.pdf119,35 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons