Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17106
Tipo do documento: Artigo
Título: Farm business pathways under agri-environmental policies: lessons for policy design
Título(s) alternativo(s): Caminhos dos produtores rurais no contexto de políticas agri-ambientais: lições para desenho de políticas públicas
Autor: Medina, Gabriel da Silva
Potter, Clive
Pokorny, Benno
Resumo: Agricultores europeus têm adotado diferentes práticas em resposta à Política Agrícola Comum (PAC). Uma das novas características da PAC é o esforço para encorajar sistemas agrícolas multifuncionais que, além de alimento, também produzem bens e serviços ambientais. Os principais instrumentos da política promovendo uma agricultura ambientalmente orientada são “cross-compliance” e “greening”, incluídos como pré-requisitos para o acesso ao pagamento direto da PAC e “agri-environment schemes (AES)” como um programa adicional. Neste estudo nós examinamos como os agricultores estão lidando com a PAC e as implicações para suas trajetórias e dependência da política. Os resultados revelam que agricultores intensivos cumprem com as normas de “cross-compliance” e estão se planejando para adotar as medidas de “greening” como forma de receber o pagamento direto de maneira integral, mas ou não acessam ou acessam apenas o primeiro nível dos AES como forma de evitar retirar áreas da produção agropecuária. Agricultores extensivos facilmente cumprem com “cross-compliance” e “greening” e tendem a alocar a maior parte de suas propriedades para práticas ambientais de forma a acessar o nível mais elevado dos AES. Como todos os agricultores têm parte importante de sua renda proveniente da PAC, essa s estratégias divergentes implicam em novos desafios para tomadores de decisão em qualquer esforço futuro para reformar a política.
Abstract: European farmers have been adopting different practices in response to the Common Agricultural Policy (CAP). One of the new features of the CAP is the effort to encourage multifunctional farming systems which, besides food, also deliver environmental goods and services. The key policy instruments promoting environmentally-oriented farming are cross-compliance and greening, included as prerequisites for accessing the CAP direct payments, and agri-environment schemes (AES) provided as an optional additional program. In this study we examine how farmers have been coping with the CAP and its implications in terms of farm pathway dependence. The results reveal that intensive farmers adhere to cross- -compliance and are exploring the possibilities for complying with greening in order to access the direct payments integrally, but either do not accesses or access the basic (entry) level of the AES in order to avoid taking land out of production. Extensive farmers easily comply with cross-compliance and greening and tend to enrol most of the farm into environment-related practices in order to access the high level of the AES. As all the farmers have an important part of their income from the CAP, these divergent coping strategies imply new challenges for policy makers in any future effort to reform the CAP.
Palavras-chave: Common agricultural policy (CAP)
Agri-environment schemes (AES)
Europe
Ecological movement
Política agrícola comum (PAC)
Esquemas agro-ambientais
Europa
Movimento ecológico
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e de Engenharia de Alimentos - EA (RG)
Citação: MEDINA, Gabriel; POTTER, Clive; POKORNY, Benno. Farm business pathways under agri-environmental policies: lessons for policy design. Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Jeneiro, v. 23, n. 1, p. 5-30, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17106
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Gabriel da Silva Medina - 2015.pdf4,05 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons