Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17150
Tipo do documento: Artigo
Título: Perfil da terapêutica utilizada em pacientes hipertensos atendidos em hospital público
Título(s) alternativo(s): Profile of therapy used in hypertensive patients treated at the public hospital
Autor: Tacon, Kelly Cristina Borges
Santos, Hugo Campos Oliveira
Custódio, Luiz Carlos da
Castro, Eduardo Camelo de
Resumo: JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Estudos evidenciam ser fun- damentais o controle e o tratamento da hipertensão, a fim de re- duzir eventos cardiovasculares. Estima-se que aproximadamente 30 milhões de brasileiros são atingidos pela doença. O objetivo deste estudo foi analisar o perfil da terapêutica utilizada em pa- cientes hipertensos em hospital público, bem como identificar as principais comorbidades associadas conforme o sexo. MÉTODO: Trata-se de um estudo descritivo, retrospectivo, atra- vés da análise de prontuários de pacientes atendidos no perío- do de maio a julho de 2010 no Ambulatório de Cardiologia no Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO). Foi utilizada média e desvio-padrão para planificação dos dados e posteriormente fo- ram tratados estatisticamente. RESULTADOS: Foram analisados 103 prontuários de pacientes com média de idade de 59,41 ± 14,12 anos, sendo 52% do sexo feminino. As principais comorbidades associadas ao sexo femini- no foram dislipidemia (20%), diabetes mellitus e neoplasia (16%). Em contrapartida no sexo masculino foram dislipidemia (25%), doença de Chagas (18%) e neoplasias (16%), porém não houve diferença significativa. A hipertensão arterial sistêmica (HAS) pode ter sido responsável pelo aparecimento de 49 (48%) dos casos diagnosticados de doença arterial coronariana (DAC), insuficiên- cia cardíaca (IC) e acidente vascular encefálico (AVE), durante o tratamento de HAS (p < 0, 032). A terapêutica mais utilizada para o tratamento da HAS neste estudo foi à associação de três ou mais medicamentos, sendo os diuréticos (26%), inibidores da enzima conversora de angiotensina II (IECA) 29% e os inibidores adrenér- gicos (22%) os mais prescritos na terapia anti-hipertensiva. CONCLUSÃO: A terapêutica mais efetiva continua sendo a pre- venção, estar atento aos fatores de risco e buscar sempre a adesão do paciente ao tratamento.
Abstract: BACKGROUND AND OBJECTIVES: Studies show that it is essential to control and treatment of hypertension in order to re- duce cardiovascular events. It is estimated that approximately 30 million Brazilians are afflicted by disease. The aim of this study was to analyze the profile of the therapy used in hypertensive patients in a public hospital, as well as identify key comorbidities by gender. METHOD: This is a descriptive retrospective study, by analyzing medical records of patients treated between May to July 2010 the Cardiology Outpatient Clinic at Hospital de Goiânia (HUGO). We used mean and standard deviation of data for planning and subsequently were treated statistically. RESULTS: We analyzed medical records of 103 patients with mean age 59.41 ± 14.12 years, 52% female. The main comor- bidities associated female were dyslipidemia (20%), diabetes mel- litus and neoplasm’s (16%). In contrast in males were dyslipid- emia (25%), Chagas disease (18%) and neoplasm’s (16%), but differences were not significant. Hypertension may have been re- sponsible for the appearance of 49 (48%) of diagnosed cases of coronary artery disease (CAD), heart failure (CHF) and cere- brovascular accident (CVA) during treatment of hyperten- sion (p < 0, 032). The most commonly used therapy for the treatment of hypertension in this study was the association of three or more medications, diuretics (26%), inhibitors of angio- tensin converting enzyme (ACEI) 29% and adrenergic inhibi- tors (22%) were prescribed on antihypertensive therapy. CONCLUSION: A more effective therapy is the prevention, be aware of the risk factors and to always seek the patient’s adher- ence to treatment.
Palavras-chave: Doenças cardiovasculares
Terapêutica
Hipertensão
Prevalência
Cardiovascular diseases
Therapeutic
Hypertension
Prevalence
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Farmácia - FF (RG)
Citação: TACON, Kelly Cristina Borges et al. Perfil da terapêutica utilizada em pacientes hipertensos atendidos em hospital público. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, São Paulo, v. 9, n. 1. p. 25-29, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17150
Data de publicação: 2011
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Kelly Cristina Borges Tacon - 2011.pdf280,93 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons