Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17327
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação sanitária do líquido percolado em área irrigada com efluente anaeróbico
Título(s) alternativo(s): Health assessment in percolated liquid in area irrigated with anaerobic effluent
Autor: Souza, Saulo Bruno Silveira e
Coraucci Filho, Bruno
Bertoncini, E.
Stefanutti, Ronaldo
Figueiredo, R. R.
Resumo: O reuso de efluente na agricultura surge como uma ótima alternativa de destino para o efluente tratado, visto que este pode fornecer água, matéria orgânica, e nutrientes vantajosos para as plantas, ao mesmo tempo em que possui concentrações que extrapolam os padrões de lançamento. Neste estudo o reuso do efluente resultante de tratamento em uma lagoa anaeróbia foi feito por meio de um sistema de irrigação por sulcos rasos, tendo como principal objetivo a determinação de taxas de aplicação no solo, que sejam convenientes do ponto de vista sanitário e agronômico, à proteção dos aqüíferos subterrâneos e à produção de colheitas. Para tanto, foram investigadas três lâminas hídricas correspondentes às profundidades de irrigação de 0,20, 0,40 e 0,60 m. O estudo sanitário foi realizado pela coleta de lixiviados de solução do solo extraídas de coletores instalados nas profundidades de 0,25, 0,50 e 0,75 m, e nos quais foram avaliadas as concentrações de nitrato e os parâmetros DBO e DQO. O solo utilizado foi o Argissolo Vermelho-Amarelo, textura média, e os tratamentos contemplaram parcelas irrigadas com efluente e parcelas irrigadas com água e fertilizadas com adubo químico. Empregou-se a cultura do milho (Zea mays) cultivar AG405 durante as safras de verão (estação chuvosa), e de inverno (estação seca), para avaliar a eficiência do sistema Os valores médios obtidos para os coletores de drenagem para DBO indicam uma redução de cerca de 94% em relação ao efluente anaeróbio aplicado na irrigação, com os valores variando de 0,5 a 22,7 mg L-1. Para os valores médios de DQO, observa-se uma redução de cerca de 95% quando comparado aos resultados do efluente anaeróbio. A medida em que se aumenta a profundidade dos coletores observa-se uma redução crescente nestes valores, como esperado.
Palavras-chave: Reuso
Efluente anaeróbio
Agricultura
País: Brasil
Instituição: Ricardo Prado Abreu Reis
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Engenharia Civil e Ambiental (EECA) - RG
Citação: SOUZA, Saulo Bruno Silveira e; CORAUCCI FILHO, Bruno; BERTONCINI, E; STEFANUTTI, Ronaldo; FIGUEIREDO, R. R. Avaliação sanitária do líquido percolado em área irrigada com efluente anaeróbico. Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 1, n. 1, p. 26-33, jan./dez. 2010. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/reec/article/view/11058/8545>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5216/reec.v1i1.11058
Identificador do documento: 10.5216/reec.v1i1.11058
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17327
Data de publicação: 2010
Aparece nas coleções:EECA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Saulo Bruno Silveira e Souza - 2010.pdf482,79 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons