Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17374
Tipo do documento: Artigo
Título: Epidemiologia da DPOC: enfrentando desafios
Título(s) alternativo(s): Epidemiology of COPD: facing challenges
Autor: Rabahi, Marcelo Fouad
Resumo: A exposição à fumaça de tabaco e a outros poluentes ambientais, além das variações climáticas, tem influenciado de sobre- maneira o aumento das doenças respiratórias em todo o mundo; entre elas, a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) tem merecido um esforço especial por ser responsabilizada por 3 milhões de mortes a cada ano (5% de todas as causas de morte) e com estimativa de aumentos progressivos. Vários são os fatores que têm marcado uma nova visão epidemiológica da DPOC (envelhecimento da população, contexto da DPOC como doença sistêmica e epidemia da multimorbidade) aumentando a complexidade do manejo da doença. Ou- tra mudança refere-se ao fato de que a DPOC está entre as poucas causas de mortes que apresentam crescimento, e esses números têm se alterado quando estratificamos as mortes entre homens e mulheres, mostrando um aumento proporcional das mortes entre as mulheres, o que reflete a tendência mundial dos números do tabagismo, com um aumento proporcional entre as mulheres. Alterações genéticas, história familiar, deficiência de vitamina D e exposição à queima de biomassa para aquecimento ou preparo de alimentos têm sido também apontados como novos paradigmas na gênese da DPOC. Com isso, as atuais características epidemiológicas da DPOC realmente representam um grande desafio.
Abstract: The worldwide increase in the incidence of respiratory diseases has been greatly influenced by exposure to tobacco and other environmental pollutants, as well as climate variations. Among such diseases, COPD merits special attention, being responsible for 3 million deaths each year (5% of deaths from all causes), a number that is predicted to grow progressively. Various factors (the aging of the population, the recognition of COPD as a systemic disease, and the epidemic proportions of COPD-related multimorbidity) have contributed to the development of a new epidemiological perspective on COPD, which has increased the complexity of its management. Another change refers to the fact that COPD is among the few diseases that present proportional growth as a cause of death, and the numbers change when we stratify deaths by gender, showing a proportional increase among women, reflecting the global trend in the data related to smoking, the proportion of female smokers having increased. Genetic alterations, family history, vitamin D deficiency, and exposure to smoke from biomass burning (for heating or food preparation) are the new epidemiological paradigms in the genesis of COPD. The current epidemiological characteristics of COPD truly represent a great challenge.
Palavras-chave: Doença pulmonar obstrutiva crônica/epidemiologia
Hábito de fumar
Envelhecimento
Pulmonary disease
Chronic obstructive/epidemiology
Smoking
Aging
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: RABAHI, Marcelo F. Epidemiologia da DPOC: enfrentando desafios. Pulmão RJ, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p. 4-8, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17374
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Marcelo Fouad Rabahi - 2013.pdf257,03 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons