Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17587
Tipo do documento: Artigo
Título: Indicadores de liquidez e o fluxo de caixa operacional: um estudo nas empresa s brasileiras de capital aberto
Título(s) alternativo(s): Indicators of liquidity and operating cash flow: a study in brazilian listed companies
Autor: Zanolla, Ercilio
Gartner, Ivan Ricardo
Silva, César Augusto Tibúrcio
Resumo: Esta pesquisa teve o objetivo de estudar a relação da liquidez mensurada pelo capital circulante líquido (CCL) e pela necessidade de capital de giro (NCG), com o fluxo de caixa operacional (FCO). A liquidez, historicamente, é determinada pela liquidez corrente (LC) que, também, pode ser mensurada pela diferença entre o ativo circulante (AC) e passivo circulante (PC), definida como CCL. Ao final da década de 1970, Fleuriet, criou um modelo de avaliação de liquidez, similar ao CCL, que sugere a reclassificação do AC e PC em financeiro e operacional para extrair o valor da NCG determinado pela diferença entre os investimentos e financiamentos operacionais de curto prazo. No entanto, o FCO como resultado de entradas e saídas de recursos operacionais, a priori, evidencia melhor a liquidez. A pesquisa foi realizada em 166 empresas brasileiras de capital aberto no período de 2008 ao segundo trimestre de 2012. Para tratamento e análise dos dados, utilizou-se o modelo de dados em painel de efeitos fixos. Os resultados indicam que a métrica de liquidez NCG não é significante para explicar o FCO; o CCL; embora estatisticamente significante, apresenta pequena contribuição adicional no coeficiente de determinação ajustado, R2. Assim, pode-se inferir que os achados da pesquisa confirmam a teoria e expõem que a liquidez mensurada pelo CCL e a NCG não representa fidedignamente os ativos realizados em caixa a exemplo dos mensurados pelo FCO que efetivamente representa as entradas e saídas de recursos operacionais. Esta constatação confirmada nas evidências empíricas da variável que representa a variação de ativos e passivos operacionais (vap). Assim, o estudo remete há discussões e mudanças na estrutura conceitual e de mensuração do CCL e NCG.
Abstract: This study investigated the relationship of liquidity, measured by net working capital and the need for working capital, with operating cash flow. Liquidity, historically, is determined by the current ratio, which can also be measured by the difference between current assets and current liabilities, defined as net working capital. At the end of 1970s, Fleuriet, created a liquidity evaluation model, similar to net working capital, that suggests the reclassification of current assets and current liabilities as financial and operational in order to ascertain the is a panel study conducted with a sample of 166 Brazilian listed companies for the period from value of need for working capital on the basis of the difference between financing investment and short-term operations. However, the operating cash flow resulting from the inputs and outputs of operational resources, a priori, shows better liquidity. The research reported here 2008 to the second quarter of 2012. A fixed effects model was used for the treatment and analysis of data. Results indicate that the metric of liquidity need for working capital is not significant in the explanation of operating cash flow; net working capital, although statistically significant, makes only a small additional contribution to the adjusted coefficient of determination, R2. Thus it is inferred that the findings of this study corroborate the theory, revealing that liquidity measured by net working capital and by need for working capital does not faithfully represent the assets held in cash, unlike the metric of operating cash flow, which effectively represents operational inputs and outputs. This inference is supported by the empirical evidence of the variable that represents variation in operating assets and liabilities. The results of the study suggest the need for discussion of and changes in the conceptual framework and measurement of net working capital and need for working capital.
Palavras-chave: Liquidez
Fluxo de caixa operacional
Capital circulante líquido
Necessidade de capital de giro
Liquidity
Operating cash flow
Net working capital
Need for working capital
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e de Engenharia de Alimentos - EA (RG)
Citação: ZANOLLA, Ercilio et al. Indicadores de liquidez e o fluxo de caixa operacional: um estudo nas empresa s brasileiras de capital aberto. Contabilidade, Gestão e Governança, Brasília, v. 17, n. 2, p. 137-151, maio./ago. 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17587
Data de publicação: Ago-2014
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ercilio Zanolla - 2014.pdf410,64 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons