Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17598
Tipo do documento: Artigo
Título: Análise das causas de atendimento e prevalência das doenças oculares no serviço de urgência
Título(s) alternativo(s): The causes and prevalence of medical attendance for ocular diseases in an emergency
Autor: Rocha, Maria Nice Araujo Moraes
Ávila, Marcos Pereira de
Isaac, David Leonardo Cruvinel
Leão, Laís de Oliveira
Mendonça, Luísa Salles de Moura
Resumo: Objetivo: Identificar as doenças oculares mais comumente presentes no serviço de urgência de um Centro de Referência em Oftalmologia localizado na região Centro-Oeste do Brasil. Métodos: Estudo de delineamento transversal, observacional, retrospec- tivo com análise de prontuários de atendimentos realizados no período de abril de 2009 a março de 2010, no Centro de Referência em Oftalmologia - CEROF da Universidade Federal de Goiás. As variáveis estudadas foram idade, sexo, procedência, doenças oculares diagnosticadas e doenças sistêmicas associadas. Resultados: Um número total de 2105 prontuários foram analisados neste estudo. A faixa etária mais encontrada foi entre 15 e 29 anos (30,2%), seguida pela entre 30 e 39 anos (20,9%) e entre 40 e 49 anos (14,9%), a idade média foi 34,3 anos. Houve predominância de pacientes do sexo masculino (64,8 %) em relação ao feminino (35,2%). O local de procedência predominante foi o município de Goiânia (80,7%), com 19,2% de pacientes do interior do estado e de outros estados. As maiores causas de atendimento foram: corpo estranho extraocular (25,5%), conjuntivites infecciosas (23,6%) e ceratites e úlceras de córnea(11,3%), tumores de pálpebras e órbita(7,2%), olho seco(4,7%), e blefarite(3,8%). O trauma ocular registrou prevalência de 6,3%.Conclusão: As doenças oculares atendidas mais frequentemente na urgência do CEROF são seme- lhantes a outros serviços da mesma natureza no Brasil. A maior parte dos casos é considerada de resolução simples, que podem ser tratados em serviços de atendimento primário, reduzindo a referência a serviços de atendimento terciário delegando a estes casos de maior complexidade.
Abstract: Objective: To identify the prevalence of ophthalmic diseases seen in the emergency department of a specialized center in Brazilian Center- Western area. Methods: This is a retrospective transverse observation study based on patients chart who were seen at Ophthalmic Reference Center (CEROF), Federal University of Goiás,Goiânia (GO) Brazil, between april, 2009 to march, 2010. Age, gender, origin, ocular and associated systemic diseases were identified. Results: 2105 charts were analyzed. The age of patients ranged between 15-29 years-old (30.2%), 30-39 years-old (20.9%) and 40-49 years-old (14.9%), with a 34.3 years-old on average. Male gender were more frequent than females (64.8% vs 35.2%). The majority of patients live in Goiania (80.7%) and the remaining (19.3) came from other cities in the county area or from other states in Brazil. Ocular dust was the leading cause for medical attendance, followed by infectious conjunctivitis (23.6%), keratitis and cornea ulcer (11.3%), tumors of the eyelids or the orbit (7.2%), dry eyes (4.7%), and blepharitis (3.8%). Ocular trauma occurred in a 6.3% of patients. Conclusion: Ocular diseases in patients presenting at the emergency department of an ophthalmic reference center in the Center-Western area have a similar prevalence as in other centers in Brazil. Most of them can be treated in common health facilities and don’t need to be referred to specialized centers. These centers should deal with more complex problems, saving costs and time.
Palavras-chave: Oftalmopatias/epidemiologia
Prevalência
Conjuntivite
Emergências
Traumatismos oculares
Eyes diseases/epidemiology
Prevalence
Conjunctivitis
Emergencies
Eye injuries
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: ROCHA, Maria Nice Araujo Moraes et al. Análise das causas de atendimento e prevalência das doenças oculares no serviço de urgência. Revista Brasileira de Oftalmologia, Rio de Janeiro, v. 71, n. 6, p. 380-384, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0034-72802012000600008
Identificador do documento: 10.1590/S0034-72802012000600008
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17598
Data de publicação: 2012
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Nice Araujo Moraes Rocha - 2012.pdf625,57 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons