Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17605
Tipo do documento: Artigo
Título: Relationship between sphenomandibular muscle hyperactivity and visual symptoms
Título(s) alternativo(s): Estudo da relação entre hiperatividade dos músculos esfenomandibulares e sintomatologia visual
Autor: Borges, Raulino Naves
Ávila, Marcos Pereira de
Resumo: Estudo observacional e descritivo desenvolvido após estudo anatômico feito em cadáveres para a identifi cação do músculo esfenomandibular como entidade independente. Pretendeu- se uma avaliação clínica interpretativa das relações fi siológicas entre as funções do músculo esfenomandibular e a sintomatologia que envolve desordem temporomandibular com dor ocular. Foram examinados 10 conjuntos anatômicos (cinco cadáveres) no Departamento de Anatomia da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Além disso, foram tratados e acompanhados 181 pacientes atendidos no Ambulatório da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Goiás, portadores de Desordem Temporomandibular. O trabalho foi desenvolvido entre abril de 2006 e dezembro de 2008. Foram comparados: o Grupo I, de 58 pacientes que apresentavam desordem temporomandibular, dor ocular refl exa e hiperatividade dos músculos esfenomandibulares; e o Grupo II, composto de 45 pacientes que apresentavam a desordem, dor ocular e não apresentavam hiperatividade dos músculos esfenomandibulares. O tratamento foi realizado após exame clínico com acompanhamento durante 2 anos, em avaliações semestrais. A resposta ao tratamento foi avaliada mediante questionário de opinião que estratifi ca o nível da dor ocular. A dor foi eliminada em 46 dos 58 pacientes do Grupo I (79,31%) e em 8 dos 45 pacientes do Grupo II (17,77%). O resultado da avaliação permite afi rmar que o músculo esfenomandibular, músculo independente do temporal, está em íntima relação com a órbita. O exame clínico permitiu a avaliação da hiperatividade dos músculos esfenomandibulares nos episódios de desordens temporomandibulares. A hiperatividade dos músculos esfenomandibulares está signifi cativamente associada à presença de dor ocular refl exa (p < 0,05).
Abstract: This was an observational, descriptive study developed after an anatomical investigation of cadavers to identify the sphenomandibular muscle as an independent entity. The objective here was to perform a clinical and interpretative evaluation of the physiological relationships between the functions of the sphenomandibular muscle and various symptoms, thereby associating temporomandibular disorders with ocular pain. Ten anatomical sets (fi ve cadavers) in the Department of Anatomy of the Medicine School of the Catholic University of Goiás were examined. This study was conducted between April, 2006 and December, 2008. Patients (181 subjects) suffering from temporomandibular disorder were treated in the Federal University of Goiás Dental School. Two groups were compared: Group I consisted of 58 patients with temporomandibular disorder, referred ocular pain, and hyperactivity of the sphenomandibular muscles; Group II was comprised of 45 patients with temporomandibular disorder, ocular pain, but no hyperactivity of the sphenomandibular muscles. After a clinical exam, treatments were conducted with semi-yearly follow-up exams for 2 years. Responses to the treatment were evaluated by questionnaires thereby quantifying existing levels of ocular pain. Pain was eliminated in 46 of the 58 patients in Group I (79.31%) and 8 of the 45 patients in Group II (17.77%). Our evaluation affi rms that the sphenomandibular muscle, independent of the temporal muscle, has an intimate relationship with the orbit. The clinical exam allowed an evaluation of the sphenomandibular muscles in temporomandibular disorder episodes. The hyperactivity of the sphenomandibular muscle is thus signifi cantly related to the presence of ocular-referred pain (p < 0.05).
Palavras-chave: Temporomandibular disorder
Referred pain
Sphenomandibular muscle
Desordem temporomandibular
Músculo esfenomandibular
Dor referida
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: BORGES, Raulino Naves Borges; ÁVILA, Marcos. Relationship between spenomandibular muscle hyperactivity and visual symptoms. Stomatos, Canoas, v. 18, n. 35, p. 46-53, July/Dec. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17605
Data de publicação: Dez-2012
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Raulino Naves Borges - 2012.pdf32,19 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons