Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17619
Tipo do documento: Artigo
Título: Ibopamina 2% vs. sobrecarga hídrica como teste provocativo para glaucoma
Título(s) alternativo(s): 2% ibopamine vs. water-drinking test as a provocative test for glaucoma
Autor: Silva, Leopoldo Magacho dos Santos
Reis, Ricardo Freire Rodrigues
Pigini, Mara Agi
Ávila, Marcos Pereira de
Resumo: Objetivo: Comparar o teste da ibopamina 2% com o teste de sobrecarga hídrica como testes provocativos para glaucoma. Métodos: Pacientes com glaucoma primário de ângulo aberto, e indivíduos normais foram selecio- nados do CEROF-Universidade Federal de Goiás - UFG, e submetidos, de forma randomizada, e com intervalo mínimo de 1 semana, aos testes pro- vocativos da ibopamina 2%, e sobrecarga hídrica. A pressão intra-ocular (Pio) antes e após os testes, confrontação entre os métodos (gráfico de Bland-Altman) além da melhor relação sensibilidade/especificidade (rea- lizados por meio de curvas ROC) foram obtidos. Resultados: Foram incluídos 47 olhos de 25 pacientes (27 olhos de 15 pacientes com glaucoma e 20 olhos de 10 pacientes normais), com idade média de 54,2 ± 12,7 anos. O MD médio dos pacientes com glaucoma foi de -2,8 ± 2,11 dB. Nos pacientes com glaucoma, não houve diferença estatisticamente sig- nificativa na Pio basal (p=0,8), ao passo que se notou diferença na Pio após os testes provocativos (p=0,03), e na variação da Pio após os testes (4,4 ± 1,3 mmHg para ibopamina e 3,2 ± 2,2 mmHg para ingestão hídrica, p=0,01). Nos pacientes normais, não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos para todos os parâmetros avaliados. O gráfico de Bland-Altman mostrou grande dispersão dos resultados. Finalmente, obteve-se áreas abaixo das curvas ROC de 0,987 para o teste da ibopamina e 0,807 para a ingestão hídrica. Conclusão: O teste provocativo da ibopamina apresentou melhor relação sensibilidade/especificidade que o teste de ingestão hídrica nesse subgrupo selecionado de pacientes com glaucoma com dano perimétrico inicial.
Abstract: Purpose: To compare the 2% ibopamine provocative test with the water drinking test as a provocative test for glaucoma. Methods: Primary open-angle glaucoma patients and normal individuals were selected from CEROF-Universidade Federal de Goiânia UFG, and underwent the 2% ibopamine provo- cative test and the water drinking test in a randomized fa- shion, at least 1 week apart. Intraocular pressure (IOP) be- fore and after both tests, Bland-Altman graph, sensitivity and specificity (as mesured by ROC curves) were obtained for both methods. Results: Forty-seven eyes from 25 pa- tients were included (27 eyes from 15 glaucoma patients and 20 eyes from 10 normal individuals), with a mean age of 54.2 ± 12.7 years. The mean MD of glaucoma patients was -2.8 ± 2.11 dB. There was no statistically difference in the baseline IOP (p=0.8) comparing glaucoma patients, but positive after the provocative tests (p=0.03), and in the IOP variation (4.4 ± 1.3 mmHg for ibopamine and 3.2 ± 2.2 mmHg for water drinking test, p=0.01). There was no difference in all stu- died parameters for normal individuals. The Bland-Altman graph showed high dispersion comparing both methods. The areas under the ROC curve were 0.987 for the ibopamine provocative test, and 0.807 for the water-drinking test. Con- clusion: In this selected subgroup of glaucoma patients with early visual field defect, the ibopamine provocative test has shown better sensitivity/specificity than the water drinking test.
Palavras-chave: Glaucoma ângulo aberto/diagnóstico
Estudo comparativo
Pressão intra-ocular/efeito de drogas
Sensibilidade e especificidade
Agonistas dopaminérgicos/uso diagnóstico
Testes visuais
Soluções oftálmicas
Técnicas de diagnóstico oftalmológico
Ingestão de líquidos
Água
Glaucoma open-angle/diagnosis
Comparative study
Intraocular pressure/drugs effects
Dopamine agonists/diagnostic use
Diagnostic techniques, ophthalmological
Ophthalmic solutions
Sensibility and specificity
Drinking
Water
Vision tests
Sensibility and specificity
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: MAGACHO, Leopoldo et al. Ibopamina 2% vs. sobrecarga hídrica como teste provocativo para glaucoma. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 71, n. 4, p. 499-503, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0004-27492008000400006
Identificador do documento: 10.1590/S0004-27492008000400006
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17619
Data de publicação: 2008
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Leopoldo Magacho dos Santos Silva - 2008.pdf131,15 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons