Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17742
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva Neto, Waldemiro Alcântara da-
dc.creatorBacchi, Mirian Rumenos Piedade-
dc.date.accessioned2019-07-08T15:56:48Z-
dc.date.available2019-07-08T15:56:48Z-
dc.date.issued2014-06-
dc.identifier.citationSILVA NETO, Waldemiro Alcântara da Silva; BACCHI, Mirian Rumenos Piedade. Growth of brazilian beef production: effect of shocks of supply and demand. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 52, n. 2, p. 209-228, Apr./June 2014.pt_BR
dc.identifier.issn0103-2003-
dc.identifier.issne- 1806-9479-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17742-
dc.description.abstractWith the considerable growth of beef production in Brazil and the growth in beef exports as a backdrop, the main objective of this study is to identify the factors responsible for the excellent performance of this agribusiness sector. Conducting this study required the construction of a theoretical model that was capable of supporting the specification of the adjusted econometric model using vector autoregression with identification by the Bernanke process. The findings show that the main determinant of beef cattle growth and Brazilian beef exports is increased animal stock. Furthermore, productivity has a positive, albeit more modest, effect on beef production and exports. The results show that the increase of the number of cattle reduces costs to the farmer and retail beef prices.pt_BR
dc.language.isoengpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBeef cattlept_BR
dc.subjectExportspt_BR
dc.subjectAnimal stockpt_BR
dc.subjectTradingpt_BR
dc.subjectPecuária de cortept_BR
dc.subjectExportaçõespt_BR
dc.subjectEstoque de animaispt_BR
dc.subjectComercializaçãopt_BR
dc.titleGrowth of brazilian beef production: effect of shocks of supply and demandpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoTendo como pano de fundo o grande crescimento da pecuária de corte no Brasil e o substancial avanço observado nas exportações de carne bovina, este estudo teve como objetivo principal identificar os fatores responsáveis pelo excelente desempenho que vem tendo esse segmento do agronegócio. Para a condução deste trabalho, fez-se necessária a construção de um modelo teórico capaz de dar suporte à especificação do modelo econométrico ajustado utilizando a metodologia de Autorregressão Vetorial com identificação pelo processo de Bernanke. Os resultados obtidos mostram que o principal determinante do crescimento do produto pecuário e das exportações de carne bovina brasileira é o aumento do estoque de animais. Também a produtividade afeta positivamente a produção e as exportações de carne bovina, porém de forma mais modesta. Os resultados indicam que o aumento do rebanho bovino reduz tanto os preços ao produtor como os do varejo de carne bovina.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S0103-20032014000200001-
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia e de Engenharia de Alimentos - EA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Waldemiro Alcântara da Silva Neto - 2014.pdf1,67 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons