Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17815
Tipo do documento: Artigo
Título: Crenças de pacientes diabéticos acerca da terapia nutricional e sua influência na adesão ao tratamento
Título(s) alternativo(s): Beliefs of diabetic patients about nutritional therapy and its influence on their compliance with treatment
Autor: Pontieri, Flavia Melo
Bachion, Maria Márcia
Resumo: The system of health beliefs influences the process of compliance with diabetes treatment. Compliance with nutritional therapy is one of the greatest challenges found. The purpose of this qualitative approach study was to analyze the beliefs of type 2 diabetic patients regarding nutritional therapy and its influence on the compliance with it. The participants of the study were nine patients being treated in a reference unit for diabetic patients’ treatment. The procedures involved were blood exam to check the glycated hemoglobin, a questionnaire, semi-structured recorded interview and patient report checking. The analysis of the speeches was made using the thematic categories of Bardin (2000), and the models of Rokeach (1981) and Rosenstock (1974). All participants showed glycated hemoglobin levels higher than 7%, what shows that is difficult for them to control their glicemic levels and possible non compliance. After the analysis of the speeches, two thematic categories were identified: “Recommendations received about feeding” and “Nutritional therapy compliance”. Both categories showed authority beliefs and consensus zero, and barriers to nutritional therapy, which the participants see as a restrictive imposition. Those beliefs have negative influence on the compliance, and so, they have to be considered when providing health assistance to the population.
Abstract: O sistema de crenças em saúde influencia o processo de adesão ao tratamento de diabetes. A adesão à terapia nutricional é um dos maiores desafios. O objetivo desse estudo de abordagem qualitativa foi analisar as crenças de pacientes diabéticos tipo 2 a respeito da terapia nutricional e sua influência na adesão. Participaram do estudo nove pacientes em tratamento em um centro de referência para atendimento à diabéticos. Os procedimentos envolvidos foram coleta de sangue para dosagem de hemoglobina glicada, aplicação de questionário, entrevista semi-estruturada gravada e consulta ao prontuário. A análise das falas foi feita a partir do modelo de categorias temáticas de Bardin, e segundo os modelos de crenças de Rosenstock e Rokeach. Todos os participantes apresentaram níveis de hemoglobina glicada acima de 7%, denotando dificuldade para o controle glicêmico e possível falta de adesão. Pela análise das falas, foram identificadas duas categorias temáticas: “Recomendações recebidas sobre alimentação” e “Adesão à terapia nutricional”. Elas revelam crenças de autoridade e de consenso zero, e de barreiras à terapia nutricional, percebida como imposição restritiva. São crenças que influenciam negativamente a adesão; assim, precisam ser consideradas no atendimento à população.
Palavras-chave: Diabetes
Aceitação do paciente de cuidados de saúde
Terapia nutricional
Diabetes
Patient acceptance of health care
Nutritional therapy
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: PONTIERI, Flavia Melo; BACHION, Maria Márcia. Crenças de pacientes diabéticos acerca da terapia nutricional e sua influência na adesão ao tratamento. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 151-160, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1413-81232010000100021
Identificador do documento: 10.1590/S1413-81232010000100021
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17815
Data de publicação: 2010
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Flavia Melo Pontieri - 2012.pdf53,35 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons