Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17859
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBachion, Maria Márcia-
dc.creatorCarvalho, Emília Campos de-
dc.creatorBelisário, Vera Lúcia-
dc.creatorCardoso, Alessandra Patrícia-
dc.date.accessioned2019-08-05T14:39:51Z-
dc.date.available2019-08-05T14:39:51Z-
dc.date.issued1998-06-
dc.identifier.citationBACHION, Maria Márcia; CARVALHO, Emília Campos de; BELISÁRIO, Vera Lúcia; CARDOSO, Alessandra Patrícia. Algumas reflexões, sobre categorias de comportamentos verbais orais e seu emprego pela enfermagem. Cogitare Enfermagem, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 118-124, jan./jun. 1998.pt_BR
dc.identifier.issne- 2176-9133-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17859-
dc.description.abstractDuring our experiences in research and teaching about communication, we verified that, concerning verbal oral behavior categorization area, the literature doesn’t has adequate clarity. It makes to be hard to use the meanings quickly This paper approachs authors that had published articles about code and categorization of verbal oral behavior and teaching of techiniques of therapeutic communication, proposing a sinthesys that is able to be used in nursing care, teching and researchs. For this propose we analyzed CLARK’s (1981), BEANLANDS & MACKAY (1981), FORREST (1983), DuGAS (1988), ATKINSON & MURRAY (1989), STEFANELLI (1993), BEIJAMIN (1994), and SILVA (1996) writtings. We considered techinique of therapeutic communication behaviors that favor the interpersonal relationships such as: declarations/ opening questions; minimum answers; techinique of reflex; perception of corporal expressions; acceptance of feelings; presence recognition; information; clarifying, survey of implied thoughts questions releated to data; answers to inadequate behaviors. These techiniques can be used in the categorization of verbal comnunications. We increased them with 15 categories, considered non therapeutics. We believe that this proposal will facilitate decoding on part of readers, favoring reflections in caring, teaching and research.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectRelações enfermeiro-pacientept_BR
dc.subjectSistemas de comunicação no hospitalpt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.subjectNurse-patient relationspt_BR
dc.subjectHospital communicationspt_BR
dc.subjectCommunicatiopt_BR
dc.subjectNursingpt_BR
dc.titleAlgumas reflexões, sobre categorias de comportamentos verbais orais e seu emprego pela enfermagempt_BR
dc.title.alternativeSome reflections about categories of verbal oral behaviors and its use by nursingpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumo: Durante nossas experiências na pesquisa e no ensino de comunicação, verificamos que a literatura, na área da codificação de comportamentos verbais orais, não tem alcançado a precisão necessária para tornar seus achados prontamente utilizáveis. Este trabalho aproxima autores que tratam da categorização do comportamento verbal oral e do ensino de técnicas de comunicação terapêutica, propondo uma síntese que possa ser facilmente empregada pela enfermagem.. Junto à recategorização, procedemos análise da utilização de cada tipo de expressão. Analisamos obras de CLARK (1981); BEANLANDS & MACKAY (1981); FORREST (1983); DuGÁs (1988); ATKINSON & MURRAY (1989); STEFANELLI (1993); BEIJAMIN (1994) e SILVA (1996). Consideramos técnicas de comunicação terapêutica os comportamentos que favorecem o relacionamento interpessoal: Declarações/ questões de abertura; Repostas mínimas; Técnica do reflexo; Percepção de expressões corporais; Aceitação de sentimentos; Reconhecimento de presença; Informações; Esclarecimentos; Sondagem de pensamentos subentendidos; Perguntas relativas aos dados comunicados; Respostas a comportamentos inapropriados. Estas técnicas podem ser utilizadas na categorização das emissões verbais orais. Acrescentamos a elas 15 classes de verbalizações não terapêuticas. Acreditamos que esta proposta facilitará a decodificação por parte dos leitores, favorecendo reflexões na área da assistência, do ensino e da pesquisa.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.5380/ce.v3i1.44309-
dc.publisher.departmentFaculdade de Enfermagem - FEN (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Márcia Bachion - 1998.pdf261,11 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons