Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17885
Tipo do documento: Artigo
Título: Condições de vida e itinerários terapêuticos de quilombolas de Goiás
Título(s) alternativo(s): Living conditions and therapeutic paths in a quilombola community in Goiás, Brazil
Autor: Santos, Renata Carvalho dos
Silva, Maria Sebastiana
Resumo: O objetivo deste trabalho foi investigar as con- dições de vida e os itinerários terapêuticos de duas populações quilombolas do Estado de Goiás (Almeidas - comunidade rural e Jardim Cascata - comunidade urbana). Foi realizada uma pesquisa de caráter quanti-qualitativo, com utilização de questionário familiar, entrevista semiestruturada com informantes-chave e observação participante. Foram feitas quatro visitas em cada comunidade nos anos de 2010 e 2011. Em relação às características gerais das comunidades, elas se assemelham entre si e entre populações de baixa renda em geral devido ao baixo nível de escolaridade, de renda e carência de saneamento básico. Os itinerários terapêuticos mobilizam saberes populares, religiosos e os conhe- cimentos biomédicos por meio do serviço público de saúde. Em Almeidas, são utilizadas, de forma seguida ou simultânea, a automedicação caseira e alopática. Uma senhora muito conhecida na região é responsável pelos tratamentos caseiros. No Jardim Cascata, os moradores utilizam principalmente a automedicação com remédios alopáticos, e os pos- tos de saúde do bairro frequentemente estão sem profissionais para realizar o atendimento. As redes de apoio familiar são mais intensas em Almeidas do que no Jardim Cascata. Nas duas comunidades, os serviços de saúde estão, frequentemente, fechados devido à rotatividade de profissionais e precária infraestrutura. As duas comunidades apresentam determinações históricas que denunciam a falta de atenção pública e marginalização da população pobre.
Abstract: The aim of this study was to investigate living conditions and therapeutic paths of two quilom- bola communities residing in the State of Goiás: Almeidas (rural community), Jardim Cascata (urban community). We conducted a quantitative and quali- tative study through questionnaire, semi-structured interviews with key informants and observation of reality. Four visits were made to each community in the years 2010 and 2011. Concerning to the general characteristics, the communities presented a low level of education, low income and lack of basic sanitation. People at those communities mobilize popular, religious and biomedical knowledge in their treatments. At Almeidas, people self medicate using homemade and conventional medication si- multaneously. There is an elderly lady who prepares homemade treatments. The people at Jardim Cascata use mainly conventional self-medication. Family support networks are more intense in Almeidas than Jardim Cascata. In both communities, health services are often closed due staff turnover and poor infrastructure. Moreover, the two communities have historical determinations based to a lack of atten- tion from the public sector and marginalization of the poor population.
Palavras-chave: Condições sociais
Comunidades quilombolas
Itinerários terapêuticos
Social conditions
Therapeutic paths
Quilombola communities
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação Física e Dança - FEFD (RG)
Citação: SANTOS, Renata Carvalho dos Santos; SILVA, Maria Sebastiana. Condições de vida e itinerários terapêuticos de quilombolas de Goiás. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 23, n. 3, p. 1049-1063, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0104-12902014000300025 
Identificador do documento: 10.1590/S0104-12902014000300025 
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17885
Data de publicação: 2014
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Renata Carvalho dos Santos - 2014.pdf160,78 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons