Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17965
Tipo do documento: Artigo
Título: Uso da ciprofloxacina durante a prenhez de ratas: efeitos sobre a mãe e fetos
Título(s) alternativo(s): Use of ciprofloxacin in pregnant rats: effects on mother and fetuses
Autor: Approbato, Mario Silva
Teixeira, Racine Procopio
Moura, Katia Karina Verolli de Oliveira
Isaac, Cassiano Rodrigues
Riva, Klayvison Koslyk Alves
Mariz, Fabiana Nunes de Carvalho
Souza, Mauri Felix de
Resumo: Objetivos: estudar os efeitos da ciprofloxacina sobre a taxa de abortos, ganho de peso durante a gravidez, morte materna e fetal, malformações fetais grosseiras, número de recém-nascidos, peso dos filhotes e análise dos reflexos neurológicos dos filhotes. Métodos: foram utilizadas 30 ratas da linhagem Wistar, divididas em três grupos. Os grupos tratados receberam ciprofloxacina e o grupo controle soro fisiológico, uma vez ao dia, durante os primeiros 7 dias após o cruzamento. As doses para os grupos D50 e D100 foram, respectivamente, de 50 e 100 mg de ciprofloxacina por kg de peso corporal por dia. Os parâmetros avaliados foram: o ganho de peso durante a prenhez, a prevalência de abortamentos, mortes fetal e materna e malformações fetais grosseiras. Nos 217 filhotes nascidos analisamos o número, o peso e reflexos neurológicos (postural, preensão e orientação) no 1 o , 3 o , 5 o e 10 o dia de vida por ninhada. Resultados: não houve diferenças estatisticamente significativas no número de ratas que ficaram prenhes, na média de ganho de peso materno ou número de filhotes. Os filhotes apresentaram diferenças significativas nos pesos das observações do 3 o , 5 o e 10 o dia (p = 0,006, 0,01 e 0,03, respectivamente), sendo a média menor no grupo D100. Observamos alteração significativa (p = 0,002) na positividade do reflexo de orientação no primeiro dia de vida, alteração que não se manteve nas outras observações. Não se observou caso de abortamento ou malformações grosseiras nos recém-nascidos.Conclusões: a ciprofloxacina alterou o peso ao nascimento e o reflexo dos filhotes nos primeiros dias de vida. Portanto, deve-se estudar a restrição ao seu uso durante a gravidez.
Palavras-chave: Antibióticos
Infecção urinária
Drogas na gravidez
Malformações fetais
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: APPROBATO, Mário Silva; TEIXEIRA, Racine Procópio; MOURA, Kátia Karina Verolli; ISAAC, Cassiano Rodrigues; ALVES, Klayvison Koslyk; CARVALHO, Fabiana Nunes de; SOUZA, Mauri Felix de. Uso da ciprofloxacina durante a prenhez de ratas: efeitos sobre a mãe e fetos. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Rio de Janeiro, v. 22, n. 10, p. 647-651, 2000.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0100-72032000001000008 
Identificador do documento: 10.1590/S0100-72032000001000008 
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17965
Data de publicação: 2000
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Mário Silva Approbato - 2000.pdf56,14 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons