Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18009
Tipo do documento: Artigo
Título: Ação, revelação e subjetividade: Arendt e Nietzsche
Título(s) alternativo(s): Action, revelation and subjectivity: Arendt and Nietzsche
Autor: Silva, Adriano Correia
Resumo: Em A condição humana (1958), Hannah Arendt sustenta que a constituição da subjetividade de um indivíduo está estreitamente relacionada à ação, assim como às suas infortunas. Tal posição encontra-se em notável harmonia com a apropriação que ela faz de Nietzsche na última seção do capítulo sobre a ação nesta obra. Buscaremos sublinhar, não obstante, que tais articulações possuem estreita conexão com seus estudos sobre a moral em Nietzsche no início dos anos 1950, como se pode constatar em seus Diários de pensamento (Denktagebuch).
Abstract: In The human condition (1958), Hannah Arendt argues that the constitution of the subjectivity of an individual is closely linked to action, and to its predicaments. With remarkable harmony this position relates to her appropriation of Nietzsche in the last section of the chapter on action in this work. In this paper we will underline, notwithstanding, that such relationship have close connection with his studies on Nietzsche’s moral in the early 1950s, as may be seen in his Journals of thought (Denktagebuch)
Palavras-chave: Ação
Revelação
Promessa
Subjetividade
Action
Revelation
Promise
Subjectivity
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Filosofia - FAFIL (RG)
Citação: CORREIA, Adriano. Ação, revelação e subjetividade: Arendt e Nietzsche. Sofia, Vitória, v. 4, n. 1, p. 84-94, jan./jun. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18009
Data de publicação: Jun-2015
Aparece nas coleções:FAFIL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Adriano Correia Silva - 2015.pdf414,44 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons