Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/181
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Qualidade microbiológica de afluentes e efluentes de estações de tratamento de água e esgoto de Goiânia , Goiás
Título(s) alternativo(s): Microbiological quality of affluent and effluents of water and sewage treatment plants in Goiania city, Goias State, Brazil
Autor: Santos, Patrícia Pimentel
Miranda, Talissa de Moraes Tavares
Barthasson, Denise Leão
Souza, Keili Maria Cardoso de
Brito, Wilia Marta Elsner Diederichsen de
André, Maria Claúdia Dantas Porfírio Borges
Serafini, Álvaro Bisol
Abstract: No presente estudo, analisou-se a qualidade microbiológica de dois importantes mananciais que abastecem a cidade de Goiânia, o rio Meia Ponte e o ribeirão João Leite, antes e após o tratamento nas Estações de Tratamento de Água (ETAs) municipais, bem como do esgoto bruto e do efluente tratado na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Também foi analisada a correlação entre a densidade pluviométrica e os parâmetros físico-químicos e microbiológicos da água, utilizando-se o teste de correlação linear de Pearson. A concentração de coliformes, a presença de Salmonella spp e a análise dos parâmetros físico-químicos foram avaliados em amostras de água bruta e tratada, de esgoto e efluente tratado, coletados no ano de 2005 em rios, ETAs e na ETE de Goiânia. O rio Meia Ponte se enquadrou como manancial de Classe I durante o período analisado e o ribeirão João Leite, como Classe III. A densidade pluviométrica ocorrida no período correlacionou-se com a contaminação fecal e com alguns parâmetros físico-químicos da água (cor e turbidez) do rio Meia Ponte e ribeirão João Leite. O tratamento de água nas ETAs mostrou-se satisfatório, entretanto o tratamento primário do esgoto na ETE não foi suficiente para reduzir significativamente sua carga fecal, constituindo importante fonte de poluição para o rio Meia Ponte. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ This study was conducted to evaluate microbiological quality of two important surface water from Meia Ponte river and João Leite stream, which are used for drinking purposes in Goiania city, Goias State. In addition, treated water, wastewater and treated effluent from municipal Water and Sewage Treatment Plants were analyzed. The study also aimed to correlate pluviometric density and the physical, chemical, and microbiological parameters in water, by Pearson Correlation statistical test. The coliforms concentration, Salmonella presence, and the physical and chemical parameters were evaluated in raw and treated water, wastewater, and treated effluent samples collected in municipal Water and Sewage Treatment Facilities in 2005. According to the results obtained, Meia Ponte river was classified as Class I and João Leite stream as Class III, during the analyzed period. Pluviometric density was correlated to fecal contamination and some physical and chemical parameters of water (color and turbidity) in Meia Ponte river and João Leite stream. Water treatment was considered satisfactory; however, the primary treatment in the Sewage Treatment Facility was not able to decrease significantly the fecal load of wastewater, being an important source of contamination to the Meia Ponte river.
Citação: SANTOS, Patrícia Pimentel; MIRANDA, Talissa de Moraes Tavares; BARTHASSON, Denise Leão; SOUZA, Keili Maria Cardoso de; BRITO, Wilia Marta Elsner Diederichsen de; ANDRÉ, Maria Claúdia Dantas Porfírio Borges; SERAFINI, Álvaro Bisol. Qualidade microbiológica de afluentes e efluentes de estações de tratamento de água e esgoto de Goiânia , Goiás. Revista de Patologia Tropical , Goiânia, GO, v. 39, n. 3, 2010. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/12209/8099>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/181
Data de publicação: 2-Set-2010
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
QUALIDADE MICROBIOL.pdf399,77 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons