Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18145
Tipo do documento: Artigo
Título: Intermediate endemicity of hepatitis a virus infection in rural settlement projects of southwest Goiás, Brazil
Título(s) alternativo(s): Endemicidade intermediária da infecção pelo vírus da hepatite A em projetos de assentamentos rurais do Sudoeste de Goiás, Brasil
Autor: Pinheiro, Raquel Silva
Araújo, Lyriane Apolinário de
Caetano, Karlla Antonieta Amorim
Matos, Marcos André de
Carneiro, Megmar Aparecida dos Santos
Teles, Sheila Araújo
Resumo: Contexto - Populações rurais apresentam um risco elevado de exposição ao vírus da hepatite A. Objetivo - O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência e fatores de risco associados à infecção pelo vírus da hepatite A em assentados da região Sudoeste de Goiás, Brasil Central. Métodos - Um total de 466 assentados foi entrevistado e testado para detecção de anticorpos anti vírus da hepatite A por ELISA. Resultados - A prevalência global de anti vírus da hepatite A foi de 82,2%. Em indivíduos de 5-9 anos e 10-19 anos, a prevalência foi de 15% e 58,8%, respectivamente. Faixa etária de 10-19 anos, antecedentes de vida em acampamento, mais de cinco pessoas por domicílio e consumir água de poços foram preditores de exposição ao vírus da hepatite. Conclusão - Nossos resultados sugerem que a endemicidade do vírus da hepatite em assentamentos rurais do Sudoeste de Goiás é semelhante a encontrada na população urbana da Região Centro-Oeste, ratificando a implementação da vacinação universal contra hepatite A em crianças.
Abstract: Background - Rural populations present an elevated risk of exposure to hepatitis A virus. Objective - The objective of this study was to estimate the prevalence and risk factors associated with hepatitis A virus infection among residents of rural settlement projects of southwest Goiás, Central Brazil. Methods - A total of 466 residents were interviewed and tested for the detection of anti- hepatitis A virus antibodies by ELISA. Results - The global prevalence of anti- hepatitis A virus was 82.2%. In individuals aged 5-9 years and 10-19 years, the prevalence was 15% and 58.8%, respectively. Persons in the 10-19 age group, with a history of life in encampments, with more than five people per residence consuming well water, were predictors for exposure to hepatitis A virus. Conclusion - Our results suggest that the hepatitis A virus endemicity in rural settlements in southwest Goiás similar to that found in the urban population of the Midwest Region, confirming the implementation of universal hepatitis A vaccination in children.
Palavras-chave: Hepatitis A
Prevalence
Squatter settlements
Hepatite A
Prevalência
Assentamentos rurais
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: PINHEIRO, Raquel Silva; ARAÚJO, Lyriane Apolinário de; CAETANO, Karlla Antonieta Amorim MATOS, Marcos André de; CARNEIRO, Megmar Aparecida dos Santos; TELES, Sheila Araújo. Intermediate endemicity of hepatitis a virus infection in rural settlement projects of southwest Goiás, Brazil. Arquivos de Gastroenterologia, São Paulo, v. 52, n. 3,p. 200-203, July/Sept. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0004-28032015000300009
Identificador do documento: 10.1590/S0004-28032015000300009
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18145
Data de publicação: Set-2015
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Raquel Silva Pinheiro - 2015.pdf200,07 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons