Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18301
Tipo do documento: Artigo
Título: Estudo comportamental sobre a drenagem axilar no câncer de mama
Título(s) alternativo(s): Behavioral study of the axillary drainage in breast cancer
Autor: Freitas Júnior, Ruffo de
Santos, Ana Flavia Ribeiro
Soares, Leonardo Ribeiro
Pádua, Ana Paula Queiroz de
Sousa, Patricia Tavares Pereira de
Cardoso, Luís Fernando Jubé
Veloso, Márcia de Faria
Resumo: bjetivo: Avaliar os sentimentos e as dificuldades vivenciadas pelos pacientes durante a utili- zação de drenos de sucção. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, transversal, que avaliou mulheres portadoras de câncer de mama submetidas ao tratamento cirúrgico e que permanece- ram com dreno de sucção por três dias, no mínimo. Foi avaliada a dificuldade para a realização de atividades diárias, gerais e específicas, assim como os sentimentos negativos desencadeados pela utilização do dreno, por intermédio da aplicação de questionário previamente estabelecido. Resultados: Foram incluídas no estudo 77 pacientes, com média de idade de 49 (±13) anos. En- tre a população analisada, 53 pacientes (68,8%) deixaram de realizar alguma tarefa por estar com o dreno. Entre as limitações, destacam-se as dificuldades para “vestir-se” (79,2%) e para “dor- mir” (87,0%). Entre os sentimentos referidos, encontrou-se prevalência de “estranheza” (76,6%) e “medo” (72,7%). Conclusão: Em posse dos resultados observados, o cirurgião deverá considerar para a decisão de utilizar drenos após manipulação axilar em cirurgias mamárias, de um lado, o manejo de serosidades e, de outro, as dificuldades diárias e os sentimentos negativos vivenciados pelos pacientes com a utilização desses sistemas de drenagem.
Abstract: Objective: To evaluate the feelings and the difficulties experienced by the patients during the period when they are using suction drain. Methods: This transversal, descriptive study evaluated women with breast cancer, submitted to surgical treatment and who used the suction drain for at least three days. The difficulties to perform specific and general daily tasks, as well as the negative feelings triggered by the drain were evaluated by means of a questionnaire specifically designed for this study. Results: 77 patients, with the mean age of 49 (±13 years). Among the sample, 53 (68.8%) of the studied patients stopped performing certain tasks because they were using the drain. Regarding limitations, the difficulty to get dressed (79.2%) and to sleep (87.0%) are the highlighted ones. Among the feelings reported there was a prevalence of “strangeness” (76.6%) and “ fear” (72.7%). Conclusion: Having these results in mind, when the surgeon considers using the drain after axillary manipulation in breast surgery, they must take into account on one hand the handling of seroma, and on the other hand, the daily difficulties and the negative feelings experienced by the patients during the use of drains.
Palavras-chave: Câncer de mama
Drenagem
Seroma
Breast cancer
Seroma
Drainage
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: FREITAS-JUNIOR, Ruffo et al. Estudo comportamental sobre a drenagem axilar no câncer de mama. Revista Brasileira de Mastologia, Rio de Janeiro, v. 24, n. 2, p. 42-46, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18301
Data de publicação: 2014
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ruffo de Freitas Júnior - 2014.pdf181,87 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons