Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18467
Tipo do documento: Artigo
Título: Prevalência de hipertensão arterial sistêmica em policiais militares do estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): Prevalence of systemic arte rial hypertension In the military police of Goiás state
Autor: Lima, Ana Paula Lindoso
Almeida, Suzy Darlen Soares de
Barbosa, Eline Rozária Ferreira
Amaral, Waldemar Naves do
Resumo: Objetivo: Identificar a prevalência de hipertensão arterial em policiais militares do Estado de Goiás. Métodos: Pesquisa quantitativa, transversal e observacional, desenvolvida no Hospital da Polícia Militar do Estado de Goiás. Amostra composta por 1477 policiais militares de ambos os sexos, independente de etnia ou faixa etária, submetidos à avaliação periódica anual, do programa do Centro de Saúde Integral do Policial Militar, no ano de 2013. Utilizou-se os dados da aferição da pressão arterial dos policias realizada pelos profissionais de saúde da unidade. Classificou-se pressão arterial (PA): normal PA< 130/85, limítrofe PA entre 130–139/85–89 e hipertensão arterial PA ≥ 140/90. Resultados: Amostra foi constituída por 1477 policiais militares, destes 1366 (92,5%) homens e 111 (7,5%) mulheres. Em relação a classificação de pressão arterial, neste estudo encontramos que, 797 (54%) policiais apresentavam pressão normal, destes 712 (89%) homens e 85 (11%) mulheres; 103 (7%) tinham pressão limítrofe, destes 99 (96%) homens e 4 (4%) mulheres e 577 (39%) tinham hipertensão arterial, destes 555 (96%) são homens e 22 (4%) mulheres. Conclusão: Este estudo identificou elevada prevalência de hipertensão arterial sistêmica em policiais militares do estado de Goiás, quando comparado a outros estados brasileiros. Os resultados evidenciam a necessidade da implantação de ações multiprofissionais voltada para prevenção e promoção da saúde dos policiais militares. Desta maneira, conhecer as características da população investigada possibilita uma melhor interação entre o profissional de saúde e o paciente, com o direcionamento das ações e a possibilidade de intervenções e resultados mais significativos nesta população.
Abstract: Objective: To identify the prevalence of systemic arterial hypertension in the military police of Goias state. Methods: Quantitative, transversal and observational research conducted at the Hospital of the Military Police of Goiás State. Sample consists of 1477 police officers of both sexes, regardless of ethnicity or age group who underwent annual periodic evaluation program at the Integral Health Center of Military Police in 2013. We used the measurement data of the blood pressure of police held by health professionals of the unit. Blood pressure (BP) classification: normal BP <130/85, borderline BP between 130-139 / 85-89 and systemic arterial hypertension BP ≥ 140/90. Results: The sample consisted of 1477 military police, 1366 (92.5%) men and 111 (7.5%) women. Regarding blood pressure classification, in this study we found that 797 (54%) had normal pressure, 712 (89%) men and 85 (11%) women; 103 (7%) had borderline pressure, 99 (96%) men and 4 (4%) women; 577 (39%) had systemic arterial hypertension, 555 (96%) were male and 22 (4%) women. Conclusion: This study identified high prevalence of hypertension in military police of Goiás state, compared to other states. The results show the importance of implementation multi-professional actions aimed at prevention and health promotion of the military police. This way, the knowledge of the caracteristics of the studied population enables better interaction between the health professional and the patient, allowing the elaboration of actions and interventions with significant results in this population.
Palavras-chave: Hipertensão arterial sistêmica
Prevalência
Policial militar
Prevalence
Systemic arterial hypertension
Military police
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: LIMA, Ana Paula et al. Prevalência de hipertensão arterial sistêmica em policiais militares do estado de Goiás. Revista Brasileira Militar de Ciências, Goiânia, v. 1, n. 1, p. 16-18, nov. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18467
Data de publicação: Nov-2015
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ana Paula Lindoso Lima - 2015.pdf149,54 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons