Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18473
Tipo do documento: Artigo
Título: A elastografia mamária
Título(s) alternativo(s): Breast elastrography
Autor: Cuadros Velasco, Miriam Teresa
Mendes, Mariana Alves de Souza
Souza, Jaqueline Nogueira de
Mikael, Luana de Rezende
Schelle, Pâmella Deuzila de Oliveira
Amaral, Waldemar Naves do
Resumo: OBJETIVO: revisar a literatura existente sobre o uso da elastografia na abordagem das lesões mamárias. MÉTODOS: foram pesquisadas as bases de dados PubMed / SciElo com as seguintes palavras-chave: ultrasound breast elastography, acoustic radiation force impulse. RESULTADOS: no caso da elastografia com escala de cinco pontos, a sensibilidade, especificidade, VPP e VPN foram 70,1%, 93%, 77,7% e 90%, respectivamente. Na elastografia quantitativa as velocidades das ondas de cisalhamento maiores que 2m/s foram encontradas nas lesões malignas. A combinação do ultrassom modo B e elastografia apresentou sensibilidade e acurácia de 89,7% e 93,9% respectivamente. CONCLUSÕES: A elastografia mamária surge como uma opção eficiente na diferenciação das lesões mamárias benignas e malignas podendo reduzir as biópsias desnecessárias. A acurácia verificada até o momento tem demonstrado que esta técnica pode melhorar a precisão diagnóstica do câncer de mama quando utilizada em combinação com as outras técnicas disponíveis, tais como a ultrassonografia modo B e a mamografia. Entretanto, a validação desta modalidade diagnóstica ainda necessita de mais estudos prospectivos, com maior número de pacientes.
Abstract: OBJECTIVE: To review the existing literature regarding the use of elastography to evaluate breast. METHODOLOGY: The data bases PubMed / SciElo were searched with the following keywords: breast ultrasound elastography, acoustic radiation force impulse. RESULTS: In the case of elastography with five-point scale, the sensitivity, specificity, PPV and NPV were 70,1; 93; 77,7 and 90% respectively. In quantitative elastography, the wave velocities greater than 2m/s were found in malignant lesions. The combination of ultrasound elastography and B-mode yielded sensitivity and accuracy of 89,7 and 93,9% respectively. CONCLUSION: Breast elastography appears as an efficient option for differentiation of benign and malignant breast lesions and may reduce unnecessary biopsies. The accuracy verified to date has shown that this technique can improve the diagnostic accuracy of breast cancer when used in combination with other techniques, such as B-mode ultrasound and mammography. However, validation of this diagnostic modality still needs further prospective studies with larger numbers of patients.
Palavras-chave: Elastografia mamária
Doenças mamárias
Força de radiação acústica
Ultrassonografia
Breast elastography
Breast diseases
Acoustic radiation force
Ultrasonography
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: CUADROS VELASCO, Miriam Teresa et al. A elastografia mamária. RBUS: revista brasileira de ultra-sonografia, Goiânia, v. 16, p. 18-22, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18473
Data de publicação: Mar-2014
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Miriam Teresa Cuadros Velasco - 2014.pdf311,96 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons