Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18505
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorAmaral, Alexandre Alcides Bezerra do-
dc.creatorCarneiro, Ezio Pereira-
dc.creatorAmaral, Waldemar Naves do-
dc.creatorAmaral Filho, Waldemar Naves do-
dc.date.accessioned2020-01-14T15:50:41Z-
dc.date.available2020-01-14T15:50:41Z-
dc.date.issued2013-03-
dc.identifier.citationAMARAL, Alexandre A. Bezerra do et al. Prevalência de mioma uterino em ultrassonografia transvaginal. RBUS: revista brasileira de ultra-sonografia, Goiânia, v. 14, p. 15-16, 2013.pt_BR
dc.identifier.issn1679-8953-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18505-
dc.description.abstractObjective: to establish the prevalence of uterine fibroids on transvaginal ultrasound. Methods: we evaluated the records of 200 patients aged between 20 and 60 years in the period from February to May 2012 in a private clinic in Goiânia, with respect to age, race, and multiparity. Results: 62.5% of the patients’ age varied from 20 to 35 years, 46.5% were multiparous II – IV and 67.5% were white. The prevalence of uterine fibroids on transvaginal ultrasonography was 13%. Conclusion: the prevalence of uterine fibroids on transvaginal ultrasonography was 13%.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMioma uterinopt_BR
dc.subjectUltrassonografia transvaginalpt_BR
dc.subjectPrevalênciapt_BR
dc.subjectUterine fibroidspt_BR
dc.subjectPrevalencept_BR
dc.subjectTransvaginal ultrasoundpt_BR
dc.titlePrevalência de mioma uterino em ultrassonografia transvaginalpt_BR
dc.title.alternativePrevalence of uterine myoma in transvaginal sonographypt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoObjetivo: estabelecer a prevalência da miomatose uterina em exame de ultrassonografia transvaginal. Metodologia: foram avaliados os exames realizados em 200 pacientes com idades entre 20 e 60 anos, no período de fevereiro a maio de 2012 em uma clínica particular de Goiânia, com relação à faixa etária, multiparidade e raça. Resultados: 62,5% das pacientes examinadas estavam na faixa dos 20 a 35 anos, 46,5% apresentavam multiparidade II – IV e 67,5% eram da raça branca. A prevalência de miomatose uterina em ultrassonografia transvaginal foi de 13%. Conclusão: A prevalência de miomatose uterina em ultrassonografia transvaginal foi de 13%.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Medicina - FM (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Alexandre Alcides Bezerra do Amaral - 2013.pdf130,42 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons