Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18522
Tipo do documento: Artigo
Título: Doença de inclusão citomegálica - relato de caso
Título(s) alternativo(s): Cytomegalic inclusion disease – case report
Autor: Pereira, Fabio de Souza
Pinto, Idalcy Pinheiro da Silva
Amaral, Alexandre Alcides Bezerra do
Amaral, Waldemar Naves do
Ferreira, Rui Gilberto
Resumo: A doença de inclusão citomegálica (citomegalovirose) representa a infecção congênita de natureza viral mais frequente entre os seres humanos. É definida como a associação entre restrição de crescimento, microcefalia, icterícia, hepatoesplenomegalia, anemia e plaquetopenia. Causada pelo citomegalovírus humano (HCMV), um DNA vírus da família herpesviridae, possui o homem como hospedeiro único. Aproximadamente 1% de todos os neonatos no mundo é infectado, sendo ela a principal causa infecciosa que leva a desordens de natureza neurológica. Sua importância maior deve-se ao fato de poder ser transmitido pela mãe (transmissão vertical) tanto de forma aguda quanto na situação de reinfecção da gestante, sendo assintomática ou oligossintomática, na maioria das vezes. Por ser um assunto de relevância em termos de saúde pública relatamos um caso de citomegalovirose, em que os baixos títulos de IgG associados a alterações morfológicas na ecografia fetal levaram a suspeita clínica. Ressaltamos ainda a importância dos procedimentos invasivos na prática da medicina fetal, sendo eles fundamentais no desfecho deste caso.
Abstract: The cytomegalic inclusion disease (cytomegalovirus) is the most common viral congenital infection among humans. It is defined as the association between growth restriction, microcephaly, jaundice, hepatosplenomegaly, anemia and thrombocytopenia. Caused by human cytomegalovirus (HCMV), a DNA virus of the Herpesviridae family, it has the human being as a single host. Approximately, 1% of all newborns are infected in the world, being the leading infectious cause that leads to neurological disorders in nature. Its importance increased due to the fact that it can be transmitted by the mother (vertical transmission) in both the acute and the reinfection of the pregnant woman, being asymptomatic or oligosymptomatic in most cases. Because it is a matter of relevance to public health, we report a case of cytomegalovirus infection in that the low titers of IgG associated with morphological changes in fetal ultrasound have led to clinical suspicion. We also emphasize the importance of invasive procedures in the practice of fetal medicine. They were vital in the outcome of this case.
Palavras-chave: Citomegalovirose
Infecção congênita
Transmissão vertical
Cytomegalovirus
Vertical transmission
Congenital infection
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Citação: PEREIRA, Fabio de Souza Pereira et al. Doença de inclusão citomegálica- relato de caso. RBUS: revista brasileira de ultra-sonografia, Goiânia, v. 15, p. 42-48, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18522
Data de publicação: Set-2013
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Fabio de Souza Pereira - 2013.pdf115,32 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons