Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18558
Tipo do documento: TCC
Título: Percepção do paciente como última barreira para evitar erros de medicação
Autor: Bomfim, Amanda
Primeiro orientador: Provin, Mércia Pandolfo
Primeiro membro da banca: Provin, Mércia Pandolfo
Macedo, Stefane Arruda
Silva, Paula Beatriz Medrado e
Resumo: A segurança do paciente é motivo de preocupação em todo o mundo, sendo um problema de saúde pública global. O uso de medicamento em ambientes hospitalares é praticamente indispensável, mas têm sido motivo de muita preocupação devido ao aumento da incidência de erros. Uma medida que pode reduzir eventos adversos é o paciente ser membro ativo e empoderado durante a internação hospitalar, participando assim das decisões e dos cuidados a ele prestados. Essa pesquisa se propôs a descrever as percepções de pacientes internados em um Hospital, como sendo a última barreira para evitar erros de medicação, identificando a importância percebida pelo paciente sobre a necessidade de conhecer seus medicamentos e descrever sua percepção como protagonista na sua segurança. O presente estudo trata-se de uma pesquisa de natureza exploratória, primária e descritiva com abordagem qualitativa com análise de conteúdo pelo método de Bardin, desenvolvido a partir do problema de pesquisa proposto em um Grupo Focal de Pacientes internados em hospital de Reabilitação de Goiás. Diante da percepção dos participantes deste estudo, pode-se perceber que poucos se mostraram ativos no cuidado no momento da administração dos medicamentos, e ninguém compreendeu o que é ser ativo na hora da administração do medicamento. Um fator determinante para que o envolvimento do paciente não ocorra é anão compreensão de termos técnicos, portanto é necessário que o profissional utilize linguagem simples e de fácil compreensão, além de incentivar a co-responsabilidade e a participação na tomada de decisões no tratamento medicamentoso. O paciente pouco conhece sobre os medicamentos que recebe no hospital, confia no prescritor e administrador do medicamento, mas tem receio em questionar o profissional da saúde. O profissional da saúde, ao entender a necessidade e importância do envolvimento do paciente na administração do medicamento, deve atuar incentivando-o a ser mais ativo e participativo no seu cuidado, para que erros de medicação sejam minimizados.
Abstract: Patient safety is a cause of concern worldwide because itis a global public health problem. The use of medication in hospital settings is indispensable, but has been a cause for much concern as a result of the increased incidence of errors. A strategy to reduce adverse events is preparing the patient to be an active and empowered member during the hospitalization by participating in the decisions and care. This study aimed to describe the perceptions of patients admitted to a hospital as the last barrier to avoid medication errors, identifying the importance perceived by the patient about the need to know his medications and describe his perception as a protagonist in his safety. The present study is a exploratory research, primary and descriptive nature with qualitative approach with content analysis by the Bardin method, developed from the research problem proposed in a Focal Group of Patients admitted to a Rehabilitation Hospital in Goiás. Based on the perception of the participants in this study, it can be seen that there were few who were active in care at the time of drug administration, and no one understood what it means to be active during the administration of the drug. A determining factor for patient involvement not to occur is the lack of understanding of very technical terms, therefore it is necessary that the professional uses simple and easily understood language, in addition to encouraging co-responsibility and participation in decision-making in drug treatment. The patient knows little about the medicines they receive in the hospital, trust the prescriber and administrator of the medicine, but is afraid to question the health professional. Health professionals, when understanding the need and importance of patient involvement in medicine administration, should act encouraging them to be more active and participative in their care, so that errors in medication administration are minimized.
Palavras-chave: Erros de medicação
Empoderamento para a saúde
Medication errors
Empowerment for health
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Farmácia - FF (RG)
Nome do curso: Farmácia (RG)
Citação: BOMFIM, Amanda. Percepção do paciente como última barreira para evitar erros de medicação. 2019. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Farmácia, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18558
Data de publicação: 9-Dez-2019
Aparece nas coleções:FF - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Farmácia - Amanda Bomfim- 2019.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons