Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18636
Tipo do documento: Artigo
Título: Filmes sobre a ditadura como arquivos especiais do trauma Batismo de sangue como filme-arquivo
Autor: Souza, Maria Luiza Rodrigues
Resumo: Filmes sobre o período ditatorial podem ser lidos como tendo uma estrutura arquivante especial, ligada à produção imagética massiva, de memórias e discursos acerca da ditadura; são peças artísticas relacionadas a uma imaginação sobre a nação. As escolhas feitas, o que e como filmar fazem do roteiro, da direção e da produção dos filmes tipos especiais de “arquivistas”. Proponho tratar os filmes que têm como tema o passado ditatorial como filmes-arquivo, material que, por organizar e conter itens do passado, é voltado ao presente e, assim, pode “pôr em questão a chegada do futuro”. A indagação que esta noção de arquivo propicia é política. Para tanto, destaco questionamentos possíveis a partir do filme brasileiro Batismo de sangue (Helvécio Hatton, 2007).
Abstract: Films in the dictatorial period may be interpreted as having a special archive structure, connected to the massive image production about memories and discourses referring to the dictatorship; they are artistic pieces related to the imagination about the nation. The choices made, what and how to film, turn the screenplay, the direction, and the production of the films into special types of “archivists”. I propose treating the films that deal with the dictatorial past as archive-films, materials that organize and have items from the past, and due to this are dedicated to the present and thus may “enhance the arrival of the future”. The questioning that this notion of archive brings is political. For that, I highlight the questioning that is possible assessing the Brazilian film named Batismo de sangue (Helvécio Hatton, 2007).
Palavras-chave: Cinema
Ditadura
Filmes-arquivo
Movies
Dictatorship
Archive-films
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Citação: SOUZA, Maria Luiza Rodrigues. Filmes sobre a ditadura como arquivos especiais do trauma: Batismo de sangue como filme-arquivo. Ponto-e-vírgula, São Paulo, v. 6, p. 78-92, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18636
Data de publicação: 2009
Aparece nas coleções:FCS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Luiza Rodrigues Souza - 2009.pdf257,96 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons