Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18648
Tipo do documento: Artigo
Título: Estrutura genética em populações naturais de Tibouchina papyrus (pau-papel) em áreas de campo rupestre no cerrado
Autor: Telles, Mariana Pires de Campos
Silva, Sandra Oereira da
Ramos, Juliana Rosa
Soares, Thannya Nascimento
Melo, Dayane Borges
Resende, Lucileide Vilela
Batista, Eliane Cotrim
Vasconcellos, Breno de Faria e
Resumo: (Estrutura genética em populações naturais de Tibouchina papyrus (pau-papel) em áreas naturais de campo rupestre no cerrado). O presente trabalho teve como objetivo utilizar marcadores RAPD para conhecer a variabilidade genética de populações de Tibouchina papyrus (Pohl) Toledo, provenientes da região de Serra Dourada e Serra dos Pirineus, no Estado de Goiás. Os seis iniciadores RAPD produziram um total de 147 locos, variando entre 23 e 26 por iniciador. A avaliação hierárquica da estruturação da variabilidade genética, realizada pela a AMOVA, considerando a existência de duas regiões (Serra dos Pirineus e Serra Dourada) apresentou uma estimativa de ΦST = 0,3439. O valor do componente entre regiões (ΦCT) foi igual a 18,96% e a variação entre populações dentro de regiões igual a 15,43%. As estimativas de fl uxo gênico sugerem a existência de uma baixa proporção de migrantes entre populações. As análises multivariadas (UPGMA e NMDS) indicam que existe uma relação entre distância genética e espaço geográfi co, hipótese esta que foi confi rmada por uma análise de padrão espacial utilizando o teste de Mantel (r = 0,71; P = 0,015 com 1000 permutações aleatórias). Os resultados indicam assim que esta estrutura tenha se originado seguindo um modelo de diferenciação estocástica (neutro), ou seja, por um balanço entre fl uxo gênico a curtas distâncias e deriva genética nas populações. Os valores de diversidade genética obtidos apóiam a hipótese de que a espécie T. papyrus é uma espécie xenógama facultativa e o fato de não serem encontrados altos níveis de homozigose, indica que devem existir mecanismos relacionados à biologia reprodutiva da espécie, que previnem, de alguma maneira, a ocorrência de elevadas taxas de endogamia, que poderia ter um efeito deletério em médio e longo prazo.
Abstract: (Genetic structure of natural populations of Tibouchina papyrus (pau-papel) in areas of cerrado rupestrian fi elds). This paper has the aim of using RAPD markers to describe the genetic of variability of Tibouchina papyrus (Pohl) Toledo local populations, from the regions of Serra Dourada and Serra de Pirineus, in Goiás State, Central Brazil. The six RAPD primers generated a total of 147 loci, varying from 23 to 26 per primer. The hierarchical evaluation of genetic variability, performed using an Analysis of Molecular Variance (AMOVA) considering the local populations within the two regions (i.e., Serra Dourada and Serra de Pirineus), showed an estimate of overall diversity among populations equal to ΦST = 0.3439. The value of divergence between regions (ΦCT) was equal to 18.96% so that the variation among local populations within regions was equal to 15.43%. Estimates of gene fl ow suggest a small number of migrants among local populations per generation. Multivariate analyses (UPGMA and NMDS) indicated that a relationship between genetic and geographical distances exists, which was confi rmed by a spatial pattern analysis using Mantel test (r = 0.71; P < 0.015 with 1000 random permutations). Thus, this structure was originated from a stochastic neutral model of population differentiation, in which drift within populations is counteracted by short distance gene fl ow. Despite strong levels of population structure (i.e., high divergence among populations within regions), the diversity observed support the hypothesis that T. papyrus is a facultative xenogamous species. The lack of high levels of homozigosity indicates that ecological mechanisms related to species’ reproductive biology prevent, someway, a high level of endogamy within local structured populations, which could cause deleterious effects in a long run.
Palavras-chave: Cerrado
Tibouchina papyrus
Genetic variability
RAPDs
Cerrado
variabilidade genética
RAPD
Tibouchina papyrus
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: TELLES, Mariana Pires de Campos et al. Estrutura genética em populações naturais de Tibouchina papyrus (Pohl) Toledo (pau-papel) em áreas de campo rupestre no cerrado. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 289-298, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0100-84042010000200010 
Identificador do documento: 10.1590/S0100-84042010000200010 
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18648
Data de publicação: 2010
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Mariana Pires de Campos Telles - 2010.pdf739,01 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons