Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18680
Tipo do documento: Artigo
Título: A performance da voz e a subjetividade na poesia contemporânea
Autor: Rosa, Olliver Mariano
Camargo, Goiandira de Fátima Ortiz
Resumo: Neste artigo, tratamos da relação que se estabelece entre o sujeito leitor e a subjetividade configurada no poema contemporâneo. Para isso, consideramos a performance vocal como instrumento de compreensão do texto poético, a despeito de hoje preponderar o uso do suporte impresso para sua publicação. Acreditamos que, na medida em que a feitura do poema implica a manipulação da materialidade sonora da palavra, a sua leitura precisa recorrer à escuta de uma voz, ainda que apenas como virtualidade. Constatamos, no entanto, que a realização vocal não dá a conhecer apenas o ritmo, o andamento e a entoação do verso; por meio dela, evidencia-se a presença da subjetividade que se manifesta na composição lírica. Nesse ponto, torna-se importante a observação de que a poesia abriga no mundo contemporâneo uma diversidade de configurações dadas por um sujeito criador múltiplo. Considerando isso, tomamos para estudo poemas de poetas contemporâneos, três portugueses, Fiama Hasse Pais Brandão, Ana Luísa Amaral e Manuel de Freitas, e três brasileiros, Francisco Alvim, Neide Archanjo e Claudia Roquette- Pinto. Com base na leitura desses poemas, propomos uma classificação das diferentes ocorrências do princípio subjetivo. Verificamos, por fim, de que forma a performance da voz entra em jogo com essas ocorrências.
Abstract: In this paper, we deal with the relationship established between the reader and the subjectivity set in contemporary poem. For this, we consider the vocal performance as a tool for understanding the poetic text, despite today prevail the use of printed media for publication. We believe that, to the extent that the making of the poem substantially involves the manipulation of the sound of the word, the reading need to resort to the listening of a voice, even if only as a potentiality. We note, however, that performing vocal does not demonstrate only rhythm, tempo and intonation of the verse; with her, the presence of subjectivity that manifests itself in lyrical composition becomes clear. At this point, it is important to mark that in the contemporary world poetry harbors a diversity of settings given by a multiple creator subject. Considering this, we study poems written by contemporary poets: three Portuguese, Fiama Hasse Pais Brandão, Ana Luísa Amaral and Manuel de Freitas, and three Brazilians, Francisco Alvim, Neide Archanjo and Claudia Roquette-Pinto. Based on these poems, we propose a classification of different instances of the subjective principle. We observe, finally, how the performance of the voice comes into play with these instances.
Palavras-chave: Poesia contemporânea
Leitura
Performance
Voz
Contemporary poetry
Reading
Performance
Voice
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Música e Artes Cênicas - EMAC (RG)
Citação: ROSA, Olliver Mariano; CAMARGO, Goiandira Ortiz de. A performance da voz e a subjetividade na poesia contemporânea. Outra Travessia, Florianópolis, n. 15, p. 205-225, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5007/2176-8552.2013n15p205
Identificador do documento: 10.5007/2176-8552.2013n15p205
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18680
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:EMAC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Olliver Mariano Rosa - 2013.pdf143,48 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons