Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18777
Tipo do documento: Artigo
Título: Consumo de bebidas alcoólicas e direção de veículos nas capitais brasileiras e no Distrito Federal, segundo dois inquéritos nacionais de saúde
Título(s) alternativo(s): Alcohol consumption and driving in brazilian capitals and Federal District according to two national health surveys
Autor: Malta, Deborah Carvalho
Bernal, Regina Tomie Ivata
Mascarenhas, Márcio Dênis Medeiros
Silva, Marta Maria Alves da
Szwarcwald, Célia Landman
Morais Neto, Otaliba Libânio de
Resumo: Objetivo: Apresentar os resultados dos indicadores sobre consumo de álcool e direção para as capitais brasileiras obtidos em dois inquéritos populacionais realizados em 2013 no Brasil. Métodos: Estudo transversal realizado com dados da população adulta (≥ 18 anos) participante da Vigilância de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) e da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). Foram calculadas as prevalências para os indicadores de consumo de bebida alcoólica e direção veicular. Resultados: A proporção de motoristas adultos de carro ou moto que dirigiram logo depois de beber foi significativamente maior no sexo masculino (29,3% – Vigitel; 24,4% – PNS), entre jovens de 18 a 29 anos (31,6% – Vigitel; 24,1% – PNS) e entre os residentes das capitais da Região Centro-Oeste (33,7% – Vigitel; 28,3% – PNS). A proporção de adultos que referiram beber e dirigir foi maior no sexo masculino (9,4% – Vigitel; 7,4% – PNS), no grupo de 18 a 29 anos (7,1% – Vigitel; 4,5% – PNS) e entre os residentes das capitais da Região Centro-Oeste (7,9% – Vigitel; 6,1% – PNS). Conclusão: O estudo permitiu estimar a prevalência do hábito de dirigir após ingestão de bebida alcoólica entre motoristas e na população em geral e mostrou coerência entre os resultados dos dois inquéritos epidemiológicos de abrangência nacional.
Abstract: Objective: To present the results of indicators of alcohol consumption and driving for Brazilian capitals based on two population surveys performed in Brazil in 2013. Methods: Cross sectional study with data from adults (≥ 18 years) participants of the Telephone Survey on Risk and Protective Factors for Chronic Diseases (Vigitel) and the National Health Survey (NHS). Prevalence for indicators of alcohol consumption and driving was then calculated. Results: The proportion of adult drivers who drove soon after drinking was significantly higher among males (29.3% – Vigitel and 24.4% – NHS), the young aging 18 to 29 years (31.6% – Vigitel and 24.1% – NHS) and among residents of the capitals of the Midwest (33.7% – Vigitel and 28.3% – NHS). The proportion of adults who reported drinking and driving was higher among males (9.4% – Vigitel and 7.4% – NHS) in the 18 to 29 age group (7.1% – Vigitel; 4.5% – NHS), and among residents of the capitals of the Midwest (7.9% – Vigitel and 6.1% – NHS). Conclusion: The study estimated the prevalence of the habit of driving after alcohol consumption among drivers and in the general population. There was consistency between the results from two nationwide surveys.
Palavras-chave: Executoriedade da lei
Consumo de bebidas alcoólicas
Condução de veículo
Acidentes de trânsito
Fatores de risco
Levantamentos epidemiológicos
Law enforcement
Alcohol drinking
Automobile driving
Accidents traffic
Risk factors
Health surveys
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: MALTA, Deborah Carvalho et al. Consumo de bebidas alcoólicas e direção de veículos nas capitais brasileiras e no Distrito Federal, segundo dois inquéritos nacionais de saúde. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 18, supl. 2, p. 214-223, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/1980-5497201500060019
Identificador do documento: 10.1590/1980-5497201500060019
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18777
Data de publicação: Dez-2015
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Deborah Carvalho Malta - 2015.pdf237,3 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons