Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18784
Tipo do documento: Artigo
Título: Do multiculturalismo à interculturalidade na investigação das relações de saber e poder no campo cultural da capoeira
Título(s) alternativo(s): From multiculturalism to interculturalism in the investigation of knowledge and power relationships in the cultural field of capoeira
Autor: Real, Márcio Penna Corte
Resumo: O artigo parte da discussão que analisa, preliminarmente, os conceitos de multiculturalismo e interculturalidade. Estabelece a compreensão entre estes, na medida em que o multiculturalismo, como discurso das diferenças, tem na interculturalidade seu contraponto fundamental e a possibilidade de emergência de uma concepção político-pedagógica e epistemológica, capaz de suportar a produção do conhecimento educacional, em contextos permeados pela dinâmica de encontro e confronto entre sujeitos de identidades culturais diferentes. As discussões são alicerçadas teórica e empiricamente pela trajetória de um grupo de pesquisas, na área da educação, da Universidade Federal de Santa Catarina. Particularmente, é destacado o processo de pesquisa em torno das relações de saber e poder no contexto das identidades culturais. Ganha destaque aí o campo empírico formulado a partir da realização de cursos pilotos de formação de educadores populares de capoeira na perspectiva intercultural da educação. Tal trajetória permite demonstrar, à guisa de considerações finais, que a interculturalidade, ao assumir o desafio de lidar com a diversidade cultural, apresenta os seguimentos desdobramentos: 1) trata-se de uma concepção político-pedagógica, isto é, uma forma de pensar e de fazer educação, que ao invés de anular os conflitos, tenta lidar com estes a partir da ideia de diálogo intercultural; 2) uma matriz epistemológica, ou seja, uma forma de teorizar práticas educativas em cenários caracterizados pela diversidade cultural e de produzir conhecimento; 3) e uma mediação que extrapola o plano das práticas educativas e potencializa referências para a elaboração de políticas públicas e para a convivência em sociedades permeadas pelo encontro e confronto de culturas diferentes.
Abstract: This work starts with a discussion which analyses, preliminarily, multiculturalism and interculturism concepts. It also establishes comprehension between both, multiculturalism as a discourse of differences, that there exists in interculturism a fundamental counterpoint and the possibility for spread of a political-pedagogical and epistemological conception, which is able to support educational knowledge production, in contexts permeated by the dynamics of encounters and confrontation between people of different cultural identities. These discussions are theoretically and empirically based in the trajectory of a group of studies of the Federal University of Santa Catarina, in the education area. Particularly, we call attention to the search process around the relation between knowledge and power in the cultural identity context. Highlighted is the Empirical field formulated after the execution of pilot courses for training popular educators in capoeira from the educational intercultural perspective. This trajectory permits demonstrating in all final considerations, that the interculturism, upon assuming the challenge of dealing with this cultural diversity, shows the following deployments: 1) it attends a politic-pedagogical conception, in other words, a way of thinking and making education, that instead of annulling conflicts, tries to deal with them, following the intercultural dialog idea; 2) a epistemological matrix, or, a manner of theorizing educational practices in scenarios characterized by cultural diversity and to produce knowledge; 3) and mediation which extrapolates the educational practices plan and potentiates references for elaborating public politics and for the coexistence in society permeated by the encounter and confrontation of different cultures.
Palavras-chave: Multiculturalismo
Interculturalidade
Saber e poder
Capoeira
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Música e Artes Cênicas - EMAC (RG)
Citação: REAL, Márcio Penna Corte. Do multiculturalismo à interculturalidade na investigação das relações de saber e poder no campo cultural da capoeira. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 1, n. 28, p. 263-284, jan./jun. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.22196/rp.v14i28.1367
Identificador do documento: 10.22196/rp.v14i28.1367
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18784
Data de publicação: Jun-2012
Aparece nas coleções:EMAC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Márcio Penna Corte Real - 2012.pdf797,34 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons