Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18819
Tipo do documento: Artigo
Título: Produção e qualidade da videira cv. Niágara Rosada em diferentes épocas de poda no sudoeste goiano
Título(s) alternativo(s): Production and quality of videira cv. Niagara Rosada in different pruning times in southwest Goiás
Autor: Neis, Solange
Reis, Edésio Fialho dos
Santos, Silvia Correa
Resumo: O experimento foi realizado no município de Aparecida do Rio Doce-GO, no sudoeste Goia no, durante os anos de 2007 e 2008, visando a caracterizar a produção da videira ‘Niágara Rosada’, em diferentes épocas de poda: (1) 09-07-07; (2) 28-09-07; (3) 03-03-08 e (4) 19-04-08. Variáveis associadas à produção por planta, avaliação de cachos e bagas, folhas remanescentes na colheita, posição de brotos na gema e quantidade de cachos/broto, pH, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT) e relação SS/AT foram analisadas nas produções obtidas nas quatro épocas de poda. A maior massa de cachos foi encontrada nas podas de julho e de abril. As podas realizadas em março e abril permitiram maior número de cachos e maior produtividade. A poda de setembro apresentou maior comprimento, largura e massa de bagas. A qualidade dos frutos foi semelhante entre as safras, mostrando apenas diferenças significativas para pH, AT e para a relação SS/AT nas quatro épocas. A época de poda 3 apresentou o menor valor de folhas remanescentes em relação às demais (6,15 folhas), não sendo considerado como grande desfolha nem causando quedas de produtividade. Para a avaliação da posição do broto na gema, a maior média foi observada na época de poda 1, sendo que as gemas de maior frequência de emissão de ramos com frutos foram aquelas onde se aplicou a cianamida hidrogenada (3ª a 6ª gema), indispensável na estimulação das brotações em videiras. Então, conclui-se que a videira Niágara Rosada pode ser podada nas quatro épocas do ano estudadas no Sudoeste Goiano, já que as avaliações dos cachos e bagas mostraram-se satisfatórias em relação a outras regiões, e as precipitações não afetaram a qualidade final dos frutos em nenhum dos períodos.
Abstract: The experiment was conducted in Aparecida do Rio Doce, Southwest Goiás, during the year 2007 and 2008, to characterize the production of grapevine cv. Niagara Rosada, in different pruning times: (1) 7/9/07, (2) 9/28/07, (3) 3/3/08 and (4) 4/19/08. Variables associated to plant production, evaluation of bunches and berries, leaves at harvest, position of fruitful branch in the yolk, number of clusters/fruitful branch, pH, soluble solids, titratable acidity and soluble solids by titratable acidity ratio related to harvests were analyzed. Time of pruning 3 showed the lowest value of leaves at harvest than the others (6.15 leaves) being not considered large or causing defoliation and loss of productivity. For the evaluation of the position of fruitful branch in the yolk, the highest average was observed at the time of pruning 1, where the yolk of higher transmission frequency of branches with fruit were the ones that have been applied hydrogen cyana mide (3rd to 6th yolk), indispensable in the stimulation of the shoots in grapevines. So it follows that the grapevine Niagara Rosada can be pruned in the four seasons studied in Southwest Goiás, since the evalu ations of clusters and berries were shown to be satisfactory in relation to other regions and rainfall did not affect the final quality of fruits in any period.
Palavras-chave: Vitis labrusca
Qualidade da uva
Produtividade
Grape quality
Productivity
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia - EA (RG)
Citação: NEIS, Solange; REIS, Edésio Fialho dos; SANTOS, Silvia Correia. Produção e qualidade da videira cv. Niágara Rosada em diferentes épocas de poda no sudoeste goiano. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 32, n. 4, p. 1146-1153, dez. 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18819
Data de publicação: Dez-2010
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Solange Neis - 2010.pdf222,32 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons